Artista francês transforma espaços abandonados em obras de arte

Artista francês transforma espaços abandonados em obras de arte

Último Vídeo

Pierre Bertolotti, artista francês mais conhecido nas redes sociais como SCAF, vem chamando a atenção por seus traços únicos no design de artes com grafite, representando formas e figuras de animais e criaturas da cultura popular através de desenhos hiper-realistas, quebrando a quarta parede e estabelecendo as mais diversas formas de ação e interação com o público.

Cheio de imaginação e com uma criatividade ímpar, além de muito talento para compor cada uma de suas artes, sempre fortes, com muitas cores e imponentes, as realizações de SCAF possuem fortes ares tridimensionais, gerando uma ilusão de ótica em que o plano de fundo que foi pintado praticamente desaparece e, em seu lugar, surge apenas uma enorme criatura que choca pelo incrível realismo. 

Segundo o autor, locais abandonados como fábricas, becos, fortificações rurais e casas em ruínas são suas telas preferidas para executar seus serviços, munindo-se apenas com latas de spray. Ao fim de cada criação, Bertolotti sempre posa para tirar uma foto, retratando uma situação curiosa e envolvente onde a arte e o artista tornam-se uma única imagem. 

"Acho que as pessoas crescem muito rapidamente e perdem o seu lado criança. Tenho 38 anos e desenho prendedores de roupa, crocodilos gigantes - esse é o meu lado infantil e não quero perder isso. É um tipo de síndrome de Peter Pan... quero mostrar que não devemos desaprender a brincar", comenta SCAF.

Registrando sua marca em diversos locais há pouco mais de três anos, o artista confessou nunca ter estudado arte na vida, tendo começado a pintar e a se envolver com os processos de maneira totalmente independente, há 18 anos. Autodidata, conquistou uma legião de fãs como recompensa a muito esforço e dedicação, algo que resultou em impecáveis designs e construções de enormes painéis que configuram, certamente, obras mais impressionantes do que muitas clássicas já vistas, seja no campo da pintura, escultura, desenho ou arquitetura.

Deixando sua marca em diversas ruins de vários países, SCAF afirma que não parou de produzir e certamente muitas novidades deverão estar surgindo em suas redes sociais nos próximos dias. "A quarentena não mudou muito minha vida cotidiana quando estou em minha pequena cidade na França. Além das muitas viagens escalonadas, continuei a pintar sozinho em minha fábricas. E, se não, trabalhei um pouco de pintura em tela e desenhei muito. Estou na minha bolha artística todos os dias", conclui o francês.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.