Árvores mortas formam ondas surreais em floresta da Alemanha

O fotógrafo e artista alemão Jörg Gläscher compartilhou em suas redes sociais impressionantes cliques realizados em uma floresta de Hamburgo, Alemanha, apresentando um trabalho escultural único em que a madeira de árvores mortas se estende pelo solo e forma moldes que se assemelham a ondas.

As imagens foram registradas entre novembro de 2020 e março de 2021, enquanto o fotógrafo se aventurava em um local isolado perto de Hamburgo. A ideia por trás de seu projeto consistiu em reunir restos de árvores mortas dispersos pela mata e construir nove cristas maciças com eles, que uniam ramificações e galhos em verdadeiras obras que enaltecem a natureza. Algumas dessas ondas chegaram a alcançar até mesmo impressionantes quatro metros de altura e nove metros de largura, como resultado de um trabalho que exigiu bastante de Gläscher.

"Eu estava trabalhando [com] o puro poder da natureza, a força que destrói tudo, que traz um dos países mais ricos do mundo para uma posição completamente estática", disse o artista, em entrevista ao Colossal. "Uma onda é uma oscilação periódica ou uma perturbação única do estado de um sistema." Confira abaixo as fotos.

(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)

(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)

(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)

(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)

(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)

(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)(Fonte: Jörg Gläscher Photography - Instagram / Reprodução)

A vulnerabilidade das florestas europeias

As belíssimas imagens de Jörg Gläscher ligam um alerta para o efeito das alterações climáticas nas florestas europeias. Nos últimos anos, mais da metade desses cenários têm sofrido significativamente com os impactos das condições climáticas extremas, que passaram a atrair perturbações e ampliar a vulnerabilidade a infestações de insetos

Na Europa Central, as árvores passaram a envelhecer rapidamente, resultando em um maior número de mortes e no acúmulo de galhos e troncos secos. Além disso, os períodos de seca atuaram violentamente nesse ecossistema, afetando o sistema de transporte de água — em especial nas vegetações mais altas — e tornando-as mais suscetíveis a doenças.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.