6 fantásticas (e subestimadas) músicas de filmes animados

Desde 1937, com o lançamento de A Branca de Neve e os Sete Anões, estúdios cinematográficos apostaram fortemente em musicais e em obras de teor rítmico para o público infantojuvenil, marcando a indústria com belas trilhas sonoras que ficariam para sempre no coração dos fãs. Porém, em meio às mais populares faixas, muitas outras não obtiveram a mesma expressão que as tops, apesar de apresentarem excelente qualidade e introduzirem cenas inesquecíveis em famosos filmes.

Conheça abaixo algumas músicas originais de estúdios de animação que podem ser consideradas subestimadas e que certamente merecem uma segunda chance.

1. "No Meu Coração Você Vai Sempre Estar", Tarzan

Tarzan é, sem dúvidas, um dos melhores e mais subestimados filmes da Disney, contando com uma das melhores trilhas sonoras das animações, originalmente composta pelo lendário Phil Collins. Porém, a versão brasileira, interpretada pelo cantor Ed Motta, não perde nada em qualidade e entrega a mesma emoção em cada uma das cenas, como é possível observar em "No Meu Coração Você Vai Sempre Estar", música que acompanha o crescimento do protagonista.

2. "Homem Ser", Mulan

"Homem Ser", cantada pelo grupo gaúcho Kira Justice, marca um dos momentos mais importantes de Mulan e mostra o primeiro treinamento da heroína ao lado de seus colegas. Inspiradora, a faixa é mais um dos grandes sons que a animação entrega (perdendo talvez apenas para "Imagem"), mas que infelizmente não foram aproveitados no live-action de 2020.

3. "Liberte-nos", O Príncipe do Egito

O Príncipe do Egito, de 1998, é um musical histórico da Dreamworks que contou com uma megaprodução artística em relação ao tratamento sonoro, quando trouxe o renomado compositor Hans Zimmer para orquestrar "Liberte-nos", o tema de abertura do longa. A música, cantada por Ofra Haza e Eden Riegel, ganhou uma versão em português e deu ainda mais emoção e originalidade ao filme.

4. "Eu Tenho um Sonho", Enrolados

Uma coisa podemos afirmar: Enrolados é um dos filmes mais divertidos já produzidos pela Disney. A história de Rapunzel traz uma série de músicas para dançar, cantar e dar boas risadas, como é o caso de "Eu Tenho um Sonho", uma trilha orquestrada e rítmica que coloca a princesa, Flynn e uma série de figurantes em um flash mob minimamente empolgante.

5. "Quando Eu Era Amada", Toy Story 2

Toy Story 2 é uma obra que não se destaca apenas pelas cenas engraçadas, mas também por momentos de emoção envolvendo os novos personagens introduzidos: Jessie, Pete Fedido e Bala no Alvo. Após Woody conhecer seus novos amigos, a caubói Jessie revela o seu passado e narra uma história de "apertar" o coração, apresentada com takes e fotografia tocantes e com a marcante trilha "Quando Eu Era Amada".

6. "Não Direi Que É Paixão", Hércules

Além de apresentar os feitos de um dos maiores semideuses da mitologia grega, Hércules, de 1997, revela personagens muito interessantes e os desenvolve como coprotagonistas, como é o caso de Mégara, que enfrenta o orgulho e a sua personalidade forte para assumir a paixão pelo herói. Seu grande momento vem a partir da música "Não Direi Que É Paixão", quando Meg reconhece seus sentimentos e entra em conflito para assumi-los.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.