Seja o primeiro a compartilhar

5 pessoas que processaram bandas por fotos (além do bebê do Nirvana)

Recentemente, o Mega Curioso divulgou que Spencer Elden — o bebê na capa de Nevermind, do Nirvana — abriu um processo contra a banda por causa da icônica foto. Segundo Elden, a imagem causou danos morais a toda a família, que nunca teria assinado um documento consentindo tanta exposição. 

Por mais inusitado que isso pareça, o caso está longe de ser o único: outras bandas usaram fotos de pessoas em capas e causaram problemas. Confira cinco casos a seguir:

1. Ann Kirsten Kennis versus Vampire Weekend

O disco da discórdia: Contra (2010)

Imagem:Reprodução

A banda indie Vampire Weekend pegou uma foto Polaroid antiga de uma modelo loira vestindo uma polo amarela e olhando para a câmera. Acontece que essa moça era Ann Kirsten Kennis e essa era uma foto que ela nem se lembrava de ter tirado nos anos 1980 — foi uma filha dela quem viu a foto na capa do disco e alertou a mãe. 

Kennis não gostou da história e processou a banda, a gravadora e o fotógrafo, pedindo US$ 2 milhões. Um acordo judicial foi firmado, com uma quantia não divulgada, para o arquivamento do processo.

2. Kevin Brophy Jr. versus Cardi B

O disco da discórdia: Gangsta Bitch Music Vol. 1 (2016)

Imagem: Reprodução

A rapper americana Cardi B começou a fazer sucesso com seu álbum de estreia, Invasion of Privacy, lançado em 2018. Mas antes disso ela já havia lançado mixtapes e EPs, como Gangsta Bitch Music Vol. 1, que tinha uma capa bem ousada: um homem com as costas tatuadas supostamente fazendo sexo oral em La Cardi. 

Acontece que Kevin Brophy Jr., que jamais conheceu a rapper pessoalmente, alegou que é o dono da tal tatuagem — e pediu US$ 5 milhões em indenização. Cardi B, conhecida por não ter papas na língua, tornou pública sua indignação com o processo, justificando que o EP não vendeu nem US$ 1 milhão de dólares, quem dirá 5.

3. Bruce McCandless II versus Dido

O disco da discórdia: Safe Trip Home (2008)

Imagem: Amazon/Reprodução(Fonte: Amazon/Reprodução)

Depois de vender milhões de cópias de No Angel e de Life for Rent, a britânica Dido voltou para a música com Safe Trip Home, que tinha uma proposta mais intimista. Para combinar com o novo conceito, a cantora usou uma imagem de um astronauta sozinho na órbita da Terra. Trata-se de Bruce McCandless II, que mal aparece na foto e nunca seria reconhecido, mas processou a cantora e a gravadora mesmo assim. Um acordo extrajudicial foi firmado.

4. David Fox versus Placebo

O disco da discórdia: Placebo (1996)

Imagem: Reprodução

O álbum de estreia da banda britânica Placebo fez um sucesso inesperado, chegando ao 4º lugar das paradas e catapultando o jovem David Fox, que aparece na foto da capa, a uma fama que ele não desejava ter. Em 2012, Fox deu entrevistas contando que a aparição no disco "acabou com sua vida", gerando bullying na escola e afetando seu desempenho nas aulas.

Na época, ele disse que a foto foi tirada por um primo e que ele pensava em processar a banda pelo dano sofrido — mas não é possível encontrar informações sobre o que aconteceu depois dessa entrevista.

5. Atrizes versus Rolling Stones

O disco da discórdia: Some Girls (1978)

Imagem: Reprodução

Para a capa do disco Some Girls (algumas garotas, em tradução livre), a banda Rolling Stones chamou o desenhista Peter Corriston para fazer retratos de mulheres famosas. Até aí tudo bem: os Beatles colocaram muita gente famosa na capa de Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band. A diferença é que eles pediram autorização para todo mundo, e os Stones acharam melhor lançar o disco e lidar com as consequências.

Raquel Welch, Lucille Ball, Farrah Fawcett e Liza Minnelli (cuja mãe, Judy Garland, aparecia na capa) e os herdeiros de Marilyn Monroe ameaçaram processar a banda. Os Stones tiraram a capa de circulação e a substituíram, escondendo o rosto das atrizes com um pedido de desculpas meio irônico: "Perdoe nossa aparição — Capa em reconstrução". Diz a lenda que Mick Jagger pediu desculpas para Liza Minnelli pessoalmente em uma festa no Studio 54. 

Com o passar dos anos, Some Girls se tornou um dos álbuns mais elogiados dos Rolling Stones, de modo que a polêmica da capa esfriou e até é possível encontrar o desenho original por aí.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.