74
Compartilhamentos

Imagens chocantes revelam agentes caçando imigrantes nos EUA

A divulgação de uma série de fotos mostrando agentes a cavalo perseguindo imigrantes na fronteira de Del Rio, Texas, vem gerando discussões entre membros do governo norte-americano ao mesmo tempo que escancara a crise migratória que vive o país. Classificadas como "terríveis" pela Casa Branca, as fotos surgiram como consequências de eventos ocorridos na última semana, quando cerca de 12 mil migrantes foram detidos em um acampamento improvisado na região.

As fotos foram registradas pelo profissional Paul Ratje, da agência de notícias AFP, que passava próximo ao Rio Grande, no município de Del Rio, onde uma ponte que liga o distrito à Ciudad Acuña, no México, estava ocupada por inúmeros imigrantes. Entre eles, havia sacolas de comidas, pertences pessoais e inúmeras caixas de papelão, supostamente obtidas enquanto cruzaram para o México, pois no lado americano bens como água e alimentos são escassos.

(Fonte: Getty Images / Reprodução)(Fonte: Getty Images / Reprodução)

Imediatamente, durante a passagem pelos países, policiais montados a cavalo e com supostos chicotes nas mãos apareceram para impedir o retorno dos acampados aos Estados Unidos, dando continuidade à política de deportação norte-americana e de fechamento da fronteira, que já devolveu cerca de 560 pessoas ao Haiti desde o último final de semana, incluindo 45 crianças e 45 mulheres ainda em período lactante.

(Fonte: Getty Images / Reprodução)(Fonte: Getty Images / Reprodução)

"Cheguei ao local e todos estavam passando por lá. De repente, alguns policiais apareceram e começaram a tentar fazer as pessoas saírem. Então, os agentes da fronteira vieram a cavalo e começaram a tentar fazer as pessoas saírem", disse o fotógrafo ao The Washington Post. "Havia um fluxo contínuo e (os agentes) diziam: 'Não, você não pode entrar. Volte para o México'. Mas as pessoas diziam 'mas minha família está lá.'"

(Fonte: Getty Images / Reprodução)(Fonte: Getty Images / Reprodução)

Após muita confusão e movimentação, os imigrantes — em sua maioria haitianos — conseguiram evitar os agentes da fronteira e foram capazes de atravessar completamente o rio, retornando em segurança para o acampamento.

Debates na Casa Branca

As imagens e os relatos chocantes chamaram a atenção de dezenas de autoridades dos Estados Unidos, que classificaram a situação de contenção por parte dos agentes como "obviamente horrível", "abusos aos direitos humanos" e "cruéis, desumanos e uma violação das leis nacionais e internacionais". 

(Fonte: Getty Images / Reprodução)(Fonte: Getty Images / Reprodução)

O novo desafio enfrentado pelo governo de Joe Biden surge como resultado de um terremoto ocorrido em 2010, quando um tremor devastou o Caribe, matando mais de 200 mil pessoas e desabrigando outras milhares. E, apesar da crise e da promessa do presidente em ser mais "humano" com os que buscam asilo, o secretário de Segurança Interna dos Estados Unidos, Alejandro Mayorkas, antecipou que imigrantes ilegais serão devolvidos e que eles estão "colocando sua vida e a de sua família em perigo."

(Fonte: Getty Images / Reprodução)(Fonte: Getty Images / Reprodução)

Quanto ao ataque dos agentes da fronteira, o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS) afirmou que "não tolera o abuso de migrantes" e iniciará uma investigação completa para a tomada de possíveis ações disciplinares.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.