Como usar 'próximo', 'próximos' ou 'próximas'?

Próximo pode ser tanto adjetivo quanto advérbio. A flexão ou não desse termo envolve reconhecer sua categoria gramatical. Aí vão algumas dicas:

  • Como adjetivo, próximo varia em gênero e número:

Na casa próxima à minha mora uma família italiana.

As festas de fim de ano estão próximas.

Nós somos amigas próximas.

Nesses casos, próximo pode fazer papel tanto de predicativo quanto de adjunto adnominal.

  • Como advérbio, próximo é invariável:

Ela mora próximo da empresa onde trabalha.

Dois carros estacionaram próximo do meu.

As crianças foram brincar próximo ao mar.

Nessas situações, a locução prepositiva é também adjunto adverbial de lugar.

E por falar em locução prepositiva, é possível usar próximo de ou próximo a. Ambas as formas estão corretas.

Uma maneira de reconhecer se próximo é adjetivo ou advérbio é olhando para o verbo que vem logo antes dele, ao qual ele está vinculado. Verbos de ligação (ser, estar, parecer, permanecer...) geralmente indicam que o termo é adjetivo, por isso flexionado. Qualquer outro verbo indica que o termo é advérbio, por isso não flexionado.

Volte aos exemplos que evidenciam próximo como advérbio e note os verbos ao qual ele está vinculado: morar, estacionar e brincar. Nenhum deles é de ligação, certo? Isso nos dá a dica de que próximo não deve ser flexionado, pois está funcionando como um advérbio.

Ficou mais fácil compreender o uso deste termo? Espero que sim!

Até a próxima!

***

Mariana Bordignon S. de Souza, colunista semanal do Mega Curioso, é formada em Letras – Português, pós-graduada em Docência Universitária e especialista em Gestão de Projetos. Está envolvida com o mercado editorial há mais de 10 anos.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.