Seja o primeiro a compartilhar

6 descobertas absurdas que deixaram pessoas normais milionárias

É difícil encontrar alguém que não tenha sonhado com ganhar na loteria, ficar milionário e mudar de vida. Na literatura e no cinema, também encontramos muitas obras que retrataram justamente esse sonho, seja sua concretização, seja a sua busca.

Diferente de algumas situações, ficar rico da noite para o dia por conta de uma descoberta ao acaso não é algo fruto apenas da imaginação, tendo acontecido algumas vezes e, hoje, você fica conhecendo, neste nosso artigo, seis descobertas que transformaram desconhecidos em milionários. Confira-as.

1. Terceiro Ovo Imperial Fabergé

(Fonte: Artnet News/Reprodução)(Fonte: Artnet News/Reprodução)

Obras-primas da joalheria produzidas por Peter Carl Fabergé, entre 1885 e 1917, para os czares da Rússia, os ovos eram elaborados com uma combinação de metais e pedras preciosas. Foram produzidos 54 ovos para os czares Alexandre III e Nicolau II. A exclusividade e o capricho na elaboração os tornaram peças valiosíssimas. Com a Revolução Russa, o tesouro dos Romanov foi confiscado e muitos ovos foram perdidos ou mesmo vendidos, sendo desconhecido o paradeiro de 8 deles.

Em 2014, um homem não identificado adquiriu o Terceiro Ovo Imperial em um leilão no meio-oeste dos Estados Unidos (EUA) por US$ 14 mil. Sua intenção? Vendê-lo como sucata. Ao levá-lo para avaliação, descobriu que o ouro, diamantes e safiras presentes no ovo valiam muito mais do que havia pagado. Desesperado, procurou na internet e descobriu que estava em posse de uma peça rara. Levado a leilão, foi adquirido por um colecionador particular anônimo por cerca de US$ 33 milhões.

2. Cristo Menosprezado de Camabue

(Fonte: IstoÉ/Reprodução)(Fonte: IstoÉ/Reprodução)

Pendurada entre a sala de estar e a cozinha de uma simples idosa na cidade francesa de Compiegne, uma pintura de pequenas dimensões (25,8 cm x 20,3 cm) elaborada com tinta têmpera sobre fundo dourado permanecia escondida. Tratava-se de uma peça do pintor italiano Giovanni Cimabue.

Essa senhora de 90 anos havia vendido sua casa para se mudar para um asilo e, com apenas 1 semana para organizar tudo, contratou um leiloeiro para analisar seus itens.

Para sua surpresa, descobriu que o quadro acima de seu fogão era muito valioso. Datada de 1280, a pintura bizantina fazia parte de um díptico, conjunto de 8 imagens que tinham como tema a Paixão de Cristo. A idosa ainda foi para o asilo, mas acompanhada de 24,1 milhões de euros.

3. Tesouro de Staffordshire

(Fonte: Reuters/Reprodução)(Fonte: Reuters/Reprodução)

Em 2009, um detector de metais foi responsável por encontrar itens de ouro e prata no Reino Unido, em Staffordshire. Terry Herbert passeava na região pensando que, eventualmente, pudesse encontrar algum artefato antigo. Após algumas escavações, foram encontrados mais de 3,5 mil artigos.

A maioria dos artefatos era militar e alguns, religiosos. Juntos, pesavam um total de 5,1 kg de ouro e 1,4 kg de prata. Entre os achados, 66 colares de punho de espada de ouro e muitas placas de punho de ouro. O tesouro de Staffordshire, como ficou conhecido, foi avaliado em 3,28 milhões de libras, e o seu conteúdo foi vendido a diversos museus. O valor foi dividido entre o responsável pelo achado e o dono do terreno, o também inglês Fred Johnson.

4. Capacete Crosby Garret

(Fonte: Tullie House/Reprodução)(Fonte: Tullie House/Reprodução)

O capacete Crosby Garret é considerado uma das descobertas arqueológicas mais significativas do Reino Unido. Encontrado em uma fazenda na vila de Cumbria, em 2010, foi leiloado na casa Christie's, em Londres, por 2,2 milhões de libras. Seu comprador permanece anônimo.

A peça é considerada um dos três únicos de seu tipo encontrados no Reino Unido e data de meados do século I d.C. O objeto teria sido utilizado como parte do hippika gymnasia, que eram torneios realizados pela cavalaria do Império Romano para praticar habilidades e mostrar experiência.

5. Pedras de Tanzanita

(Fonte: AFP/Reprodução)(Fonte: AFP/Reprodução)

Tanzanita é uma pedra preciosa encontrada apenas em um local no mundo: nas Colinas Merelani (Tanzânia). Descoberta em 1967, sua raridade a tornou cara e foi por isso que um minerador tanzaniano, Saniniu Laizer, tornou-se milionário. Ele encontrou 2 pedras, as maiores já vistas, uma com 9,27 kg e a outra com 5,1 kg.

Mas a sorte do minerador não parou por aí. Meses depois, ele encontrou uma 3ª pedra, pesando 6,3 kg. No total, ele arrecadou com a venda delas R$ 28,4 milhões, todas vendidas ao governo local, que tem um programa para tentar impedir o garimpo ilegal nas terras do país africano.

6. Declaração de Independência dos Estados Unidos

(Fonte: CNN/Reprodução)(Fonte: CNN/Reprodução)

Quando os Estados Unidos declararam independência, cerca de 500 cópias desse documento foram feitas como forma de espalhar pelo país a mensagem. Destas, apenas 26 são conhecidas, sendo que 23 estão "nas mãos" de instituições e 3 pertencem a colecionadores particulares.

Encontrada por um homem não identificado, a Declaração de Independência estava atrás de um quadro danificado comprado em um mercado de pulgas da Pensilvânia, adquirido apenas pela moldura ser bonita. Levado para avaliação na Sotheby's, foi leiloada por US$ 2,42 milhões.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.