Seja o primeiro a compartilhar

San José: 2 navios são encontrados no local do naufrágio bilionário

Dois naufrágios, até então desconhecidos, foram descobertos próximo de um dos mais famosos navios naufragados do mundo, o galeão espanhol, San José, que afundou com uma fortuna em tesouros no mar colombiano.

Os dois navios desaparecidos foram encontrados graças a utilização de novos equipamentos com tecnologia de ponta.

Equipamentos de ponta ajudaram na descoberta. (Fonte: Armada de Colômbia/Zenger/ Reprodução))Equipamentos de ponta ajudaram na descoberta. (Fonte: Armada de Colômbia/Zenger/ Reprodução))

Segundo as autoridades navais da Colômbia, esses equipamentos também permitiram fazer imagens mais detalhadas do San José, ajudando a localizar artefatos históricos incríveis, incluindo as espadas das tripulações e um lingote de ouro.

Também foi possível observar um canhão no fundo do mar e potes de barro espalhados pela areia do oceano. 

Além disso, as imagens mostram que a proa de um dos dois navios recém-encontrados está incrivelmente bem preservada, embora com o passar do tempo a vida marinha tenha tomado o controle das embarcações.

Um olhar mais cuidadoso nos vídeos feitos por um veículo controlado remotamente, permite observar um punhado de moedas de ouro na área e uma série de objetos, aguardando tranquilamente para serem investigados.

Alguns dos objetivos encontrados pelas autoridades colombianas. (Fonte: Armada da Colômbia/ Zenger/ Newsweek/ Reprodução)Alguns dos objetivos encontrados pelas autoridades colombianas. (Fonte: Armada da Colômbia/ Zenger/ Newsweek/ Reprodução)

O governo da Colômbia confirmou que um dos dois navios parece ser um tipo de barco colonial. O outro, é uma escuna da mesma época em que a Colômbia declarou sua independência da Espanha, em 1810.

Em um comunicado divulgado à imprensa, o presidente colombiano, Ivan Duque, informou que a Marinha do país está investigando onde estão localizados cerca de outras 12 embarcações desaparecidas na área.

Com os novos equipamentos, as futuras pesquisas na região onde naufragou o San José podem trazer muitas surpresas, especialmente porque eles permitem alcançar as profundezas garantindo imagens melhores, e protegendo a integridade dos tesouros encontrados.

O Comando Armado Colombiano também informou que foi possível verificar por meio de uma observação não intrusiva no local onde repousa o Galeão San José, que não houve intervenções ou alterações decorrentes da ação humana.

 O Galeão San José

O Galeão San José naufragou no ano de 1708, na região da costa de Cartagena, na Colômbia. 

O San José foi descoberto mais de 300 anos após o naufrágio. (Fonte: Armada da Colômbia/ All That Interesting/ Reprodução)O San José foi descoberto mais de 300 anos após o naufrágio. (Fonte: Armada da Colômbia/ All That Interesting/ Reprodução)

Seu paradeiro permaneceu um mistério até que foi encontrado em 2015. A embarcação de três mastros contava com 62 canhões e foi afundado pelos britânicos com 600 pessoas a bordo.

O San José sempre despertou a paixão de pesquisadores, arqueólogos marinhos e caçadores de tesouros em naufrágios: quando foi parar no fundo do mar, ele estava com milhões de dobrões de ouro, pedras de esmeralda, moedas de prata e lingotes de ouro.

Boa parte dessa fortuna retirada/roubada da América do Sul foi encontrada em 2015. Os especialistas que estudam a carga atualmente estimam que seu valor é de cerca de US$ 17 bilhões. 

Mas ela ainda permanece no fundo do mar, já que está no meio de uma disputa judicial sobre de quem realmente ela é: para alguns deveria ser da Espanha, para outros da Colômbia.

Assista ao vídeo com algumas imagens registradas pelas autoridades colombianas:



Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.