Novidades sobre o transplante de cabeças: ele teria sido feito em cadáveres
1.280
Compartilhamentos

Novidades sobre o transplante de cabeças: ele teria sido feito em cadáveres

Último Vídeo

Você se lembra daquele papo do médico que pretende realizar o primeiro transplante de cabeças (ou de corpos, dependendo de como você analisar a coisa toda) da história? O cirurgião em questão se chama Sergio Canavero, e nós do Mega Curioso já falamos bastante sobre esse assunto por aqui — e você pode encontrar informações sobre ele através deste link e deste também.

Sergio CanaveroSergio Canavero (Someone Somewhere)

Pois fazia algum tempo que não tínhamos novidades sobre os avanços conquistados por Canavero — que chegou a dizer que tinha intenção de realizar a cirurgia até o final deste ano! E não é que o médico italiano divulgou informações sobre o progresso das pesquisas, dizendo que teria conduzido o procedimento com sucesso em cadáveres humanos e que, com isso, estaria pronto para submeter uma pessoa viva à operação!

Transplante inédito

De acordo com Andrew Griffin, do Independent, Sergio Canavero revelou durante um congresso em Viena, na Áustria, que ele e um time de cientistas teriam realizado o transplante de cabeças em um humano sem vida e que as técnicas desenvolvidas por ele para conectar os vasos sanguíneos, nervos, espinha e outras estruturas de doador e receptor deram certo.

O próximo passo, segundo o cirurgião, seria conduzir a operação em pacientes diagnosticados com morte cerebral e, após essa etapa ser concluída com êxito, Canavero acredita que ele e sua equipe estariam preparados para testar o procedimento em um paciente vivo. Aliás, o “Frankenstein” italiano disse que a realização da cirurgia está para acontecer — o que significa que tudo está correndo dentro do cronograma que ele tinha estipulado.

Valery SpiridinovValery Spiridinov (Someone Somewhere)

Sobre o paciente que será submetido ao transplante, conforme noticiamos anteriormente aqui no Mega, ele já foi selecionado e se trata de um jovem russo chamado Valery Spiridinov que foi diagnosticado com uma doença degenerativa fatal de origem genética chamada Síndrome de Werdnig-Hoffmann.

Vale destacar que, conforme apontou o pessoal do Independent, Canavero ainda não apresentou qualquer material que comprove que a cirurgia realmente foi realizada com sucesso em cadáveres. No entanto, o italiano disse que um estudo detalhando seus avanços — e, com sorte, repleto de imagens — será publicado nos próximos dias. Aguardaremos ansiosamente e, assim que tivermos novidades, compartilharemos os detalhes aqui no Mega!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.