“Pé Grande”: descobriram a maior pata de dinossauro de todos os tempos
58
Compartilhamentos

“Pé Grande”: descobriram a maior pata de dinossauro de todos os tempos

Último Vídeo

Pense no tamanho da pata de um lagartão como o braquiossauro, por exemplo — réptil pré-histórico que, segundo as estimativas realizadas com base nos fósseis já descobertos, podia medir entre 18 e 20 metros de altura, 25 m de comprimento e pesar por volta de 50 toneladas! Não dá para ser pequena, né? No entanto, apesar de esses dinossauros terem sido gigantes, eles não eram os bichos com os maiores “pés” já encontrados no mundo.

“Patão”

O título pertence a um exemplar descoberto há 20 anos em Wyoming, nos EUA, por paleontólogos da Universidade do Kansas. Na realidade, os cientistas encontraram apenas a pata fossilizada e, na época, já apelidaram a estrutura de BigfootPé Grande em tradução livre —, mas a oficialização da designação de “maior pata de dinossauro de todos os tempos” só aconteceu agora.

Dinossauro giganteOlhe o tamanho do bichão! (Davide Bonadonna)

Isso porque os pesquisadores submeteram os fósseis a uma série de exames, incluindo uma digitalização tridimensional para que fosse possível coletar as informações mais precisas possível do exemplar. A partir das análises, os paleontólogos concluíram que o “dono da pata” foi um réptil herbívoro que viveu há 150 milhões de anos e, só até a altura do quadril, já media quatro metros de altura, e provavelmente era um titanossauro.

Mas, e a tal da pata, quão grande ela era, afinal? Os paleontólogos mediram a barbaridade e explicaram que o dinossauro (que é da família dos saurópodes, a mesma que os braquiossauros, por sinal) tinha patas com cerca de um metro de comprimento.

Pata de dinossauroCientista ao lado da patinha (KUVP archives)

É importante mencionar que já foram encontrados fósseis de dinossauros ainda maiores do que esse, como é o caso do argentinossauro, que podia medir mais de 30 metros e pesar cerca de 100 toneladas, e o Patagotitan mayorum — ou Patagotitânico, como também é conhecido —, que batia quase 40 metros e 70 toneladas, mas nenhum dos exemplares encontrados até agora contava com patas. Sendo assim, é possível que “pés” ainda maiores sejam descobertos.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.