Pirâmides na China? Sim, elas existem — e agora seu mistério foi revelado
42
Compartilhamentos

Pirâmides na China? Sim, elas existem — e agora seu mistério foi revelado

Último Vídeo

Todos sabem que, além do Egito, outros países abrigam pirâmides, como é o caso do Sudão, do México e da Guatemala, por exemplo. Mas você já tinha ouvido falar que na China também existia uma porção dessas estruturas? Pois é, caro leitor, são mais ou menos 40 delas e, não, elas não foram construídas por seres alienígenas — mas sim por imperadores da Dinastia Han, que se estendeu do ano de 206 a.C. até o de 220 d.C.

Pirâmides orientais

As pirâmides chinesas não são tão majestosas como as egípcias ou as maias, mas nem por isso deixam de ser fascinantes — afinal, o espetacular exército de terracota, também conhecido como “Guerreiros de Xian”, foi encontrado sob uma dessas estruturas, guardando o túmulo do Imperador Qin.

Guerreiros de Xian(Wikimedia Commons/Domínio Público)

Mas, além de guardar imperadores e tesouros, as tais pirâmides também guardavam alguns mistérios! Os cientistas já sabiam que as construções da China, assim como as do Egito, foram erguidas de forma a ficarem alinhadas com os pontos cardeais, isto é, norte, sul, leste e oeste. Veja uma delas abaixo:

Pirâmide chinesa(Wikimedia Commons/Brücke-Osteuropa)

Contudo, enquanto algumas das pirâmides se encontravam quase que perfeitamente ordenadas com respeito ao Polo Norte, outras tinham um ligeiro desvio, e ninguém tinha conseguido entender o motivo dessa anomalia — até agora.

Nova teoria

Por muito tempo, a suspeita era a de que os construtores chineses simplesmente tinham cometido algum erro de cálculo. No entanto, o estranho é que as pirâmides “desalinhadas” apresentam um desvio semelhante, de quase 14 graus, e isso, sim, era algo notável — fato que chamou a atenção do astrônomo italiano Giulio Magli, que parece ter descoberto o motivo de as estruturas apresentarem essa discrepância.

Pirâmide chinesa(Above Top Secret)

De acordo com o pesquisador, enquanto os arquitetos chineses construíram algumas das pirâmides alinhadas com o Polo Norte, as que apresentam desvio não estão “tortas”, mas foram erguidas de forma a ficarem apontadas para a Estrela Polar — cujo posicionamento hoje coincide com o eixo de projeção do nosso planeta e é a estrela mais próxima ao Polo Norte.

O astrônomo baseou sua conclusão em um movimento do nosso planeta conhecido como “precessão axial” — que ocorre por conta de a Terra realizar o seu movimento de rotação de maneira inclinada, o que, por sua vez, faz com que, a cada 25,7 mil anos, mais ou menos, o nosso mundo complete uma volta ao redor do eixo de sua eclíptica, como se fosse um peão.

Sendo assim, segundo Magli, há 2 mil anos, o Polo Norte e a Estrela Polar não se encontravam alinhados da mesma forma que atualmente — e é por isso que algumas das pirâmides chinesas parecem se encontrar fora de lugar e por muito tempo se pensou que seus construtores tinham cometido um erro na hora de projetar seu posicionamento.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.