Deficiência de vitamina pode causar sintomas estranhos e graves

Deficiência de vitamina pode causar sintomas estranhos e graves

Último Vídeo

Quem nunca ouviu “come essa verdura aqui que tem vitamina”? E as avós e mães, aquelas que geralmente tem essa frase na ponta da língua, tem motivos de sobra para se preocupar. A falta de qualquer vitamina no organismo pode causar diversos sintomas e as deficiências mais severas podem ocasionar quadros irreversíveis, como o relatado em estudo recente publicado no Annals of Internal Medicine. Nele, um adolescente se alimentava, basicamente, de batatas, pão branco e carne de porco processada. O resultado foi cegueira devido à falta de vitaminas do complexo B.

Existem muitos sintomas que servem como alerta da falta de alguma vitamina no organismo e não é necessário que se chegue a níveis tão extremos para sentir esses “sinais” que o corpo dá. Alguns desses sintomas são bastante estranhos e, certamente, podem ser notados como uma anomalia.

Tiamina

A deficiência de tiamina é comum o suficiente, especialmente em países subdesenvolvidos, para ser a causa de uma doença, a beribéri. Há dois tipos da doença, o beribéri úmido ataca o sistema cardiovascular e o seco afeta o sistema nervoso. Além disso, há ainda uma forma infantil que é ainda mais aguda. Entre os sintomas do beribéri úmido estão falta de ar e inchaço nas pernas. Já o beribéri seco se assemelha à deficiência de vitamina B – o que não deixa de ser, uma vez que a tiamina é conhecida também como vitamina B1 – e tem como sintomas dormência nas extremidades, alterações mentais e dificuldade para mover as pernas.

Foto: Pixabay

Ácido pantotênico

A falta de ácido pantotênico não é muito comum porque em praticamente todos os alimentos há ao menos uma pequena fração da vitamina. Os sintomas específicos dessa deficiência foram detectados em prisioneiros da Segunda Guerra Mundial. As mãos e pés ficam dormentes e há uma sensação de queimação. O sistema gastrointestinal também sofre com distúrbios, que podem ser cólicas, vômitos ou qualquer outra alteração. O ácido pantotênico também é conhecido como vitamina B5 e como todas desse complexo, ele está envolvido no processo químico de produção de energia. Assim, a deficiência pode afetar todo o funcionamento corporal.

Vitamina B6

A língua humana não é áspera como a de gatos, mas também não é lisa e completamente regular. Ou pelo menos não deve ser. Caso ela esteja lisa e brilhante, as chances de deficiência de vitamina B6 são muito grandes. Essa condição se chama glossite atrófica e é um dos sintomas da falta dessa vitamina, além disso ainda há conjuntivite, erupções cutâneas em regiões com dobras de pele, úlceras na boca, sonolência intensa, confusão e dor generalizada nos nervos. Alcoolismo e diabetes podem gerar deficiência de vitamina B6.

Foto: Pixabay

Vitamina B12

Se você conhece algum vegano, provavelmente já ouviu falar da deficiência em B12. Embora a falta severa dessa vitamina seja rara hoje em dia, esse grupo específico tem mais risco, uma vez que ela está associada principalmente em produtos de origem animal. Deficiências leves podem até mesmo não gerar sintomas, mas condições graves podem gerar problemas neurológicos, depressão, perda de memória, alterações de humor, dificuldade para caminhar, problemas gastrointestinais e dor de estômago. Como a deficiência de B12 diminui o número de glóbulos vermelhos em níveis perigosos, pode causar ainda convulsões, perda do controle da bexiga e sangramento intestinal. A queda nos níveis de ferro no sangue pode ocasionar anemia.

Portanto, uma dieta balanceada com boas doses de verde no prato podem ser uma boa pedida.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.