33 tipos de vírus são encontrados em geleira antiga

33 tipos de vírus são encontrados em geleira antiga

Último Vídeo

Pesquisadores pertencentes à Universidade Estadual de Ohio, Universidade de Nebraska e ao Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley, todos nos Estados Unidos, encontraram 33 tipos de vírus que estavam "escondidos" em alguns pedaços de uma calota de gelo de 15 mil anos, localizada em Guliya, que fica na porção chinesa do Tibet.

Desses 33 vírus, 28 deles pertencem a gêneros completamente novos, ou seja, jamais foram vistos antes pela ciência.

A descoberta de novos vírus

A pesquisa feito pelos cientistas estadunidenses não é exatamente nova. Na realidade, os primeiríssimos fragmentos da calota foram coletados no ano de 1992, ou seja, há 28 anos. Aliás, foi justamente nessa época que a idade do gelo contido na calota foi calculada em 15 mil anos.

Os pesquisadores guardaram algumas amostras do gelo em um refrigerador para, futuramente, descobrir as modalidades de microorganismos que porventura podiam ter ficado enclausuradas no núcleo da geleira em questão.

Foto: Pixabay

Vários anos depois, mais precisamente em 2015, novas amostras de gelo foram coletadas por outro grupo de cientistas e foram então armazenadas em um refrigerador também.

Recentemente, os cientistas finalmente resolveram fazer uma análise das amostras armazenadas. Nessa apurada análise realizada por eles, foi possível encontrar 33 tipos diferentes de vírus, sendo que 28 deles eram totalmente desconhecidos até o presente momento.A despeito das amostrar pertencerem a uma mesma geleira, elas estiveram presentes em épocas e climas distintos. 

A relevância desse estudo no momento atual

De acordo com os cientistas participantes, esse tipo de pesquisa é de suma relevância para o momento atual, uma vez que o aquecimento global acaba provocando o derretimento de inúmeras geleiras.

E essas calotas, por sua vez, podem eventualmente liberar uma série de novos microorganismos, inclusive vírus totalmente desconhecidos por nós, o que pode ser bastante perigoso, pois não se sabe ainda que tipo de doenças poderiam provocar.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.