Seja o primeiro a compartilhar

Buraco negro está se fundindo a um objeto misterioso

Em agosto de 2019, dois interferômetros captaram o sinal de uma onda gravitacional (chamado de GW190814) originado de um buraco negro a 790 milhões de anos-luz. O evento, denominado S190814bv, acaba de se desdobrar em um mistério: o buraco negro tem um "companheiro", mas não se sabe o que ele é.

Um estudo publicado no The Astrophysical Journal Letters mostra que o buraco negro tem uma massa correspondente a 23 vezes a do Sol e está se fundindo a outro objeto menor, com 2,6 massas solares — a mais massiva estrela de nêutrons que se tem notícia ou o menor buraco negro já visto.

Esse estranho sistema binário é inédito na astrofísica. "Nunca vimos um sinal de onda gravitacional gerado de um sistema em que as massas individuais dos corpos envolvidos são tão diferentes”, diz o astrofísico Abhirup Ghosh, do Max Planck Institute for Gravitational Physics.

O gráfico mostra as massas de buracos negros detectados por observações eletromagnéticas (roxo) e ondas gravitacionais (azul); e estrelas de nêutrons detectadas por observações eletromagnéticas (amarelo) e ondas gravitacionais (laranja). O sinal GW190814 está no meio do gráfico como a fusão de um buraco negro e um objeto misterioso.O gráfico mostra as massas de buracos negros detectados por observações eletromagnéticas (roxo) e ondas gravitacionais (azul); e estrelas de nêutrons detectadas por observações eletromagnéticas (amarelo) e ondas gravitacionais (laranja). O sinal GW190814 está no meio do gráfico como a fusão de um buraco negro e um objeto misterioso.

Mistério e escuridão

Essa é uma das incógnitas que intrigam os astrônomos: "Como as massas dos objetos são muito diferentes, identificamos claramente o 'zumbido' das ondas gravitacionais. Isso nos permite a medir com mais precisão algumas propriedades astrofísicas desse sistema e a fazer novos testes da Teoria da Relatividade Geral de Einstein", explicou o astrofísico Jonathan Gair, do Albert Einstein Institute (Potsdam).

Outro mistério que desperta a curiosidade dos astrônomos é a falta de luz. Ao captarem ondas gravitacionais, os interferômetros LIGO e Virgo emitem um alerta para astrônomos de todo o mundo, que acionam telescópios terrestres e espaciais para encontrar o brilho do evento. No caso do GW190814, apesar de uma busca intensa, ele jamais foi captado.

Leia mais sobre o tema:

Buraco negro está se fundindo a um objeto misterioso via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER