Sonda Juno captura primeiras imagens do Polo Norte de Ganímedes

Sonda Juno captura primeiras imagens do Polo Norte de Ganímedes

Último Vídeo

Segundo comunicado pela NASA, a sonda espacial Juno, que vem estudando Júpiter desde agosto de 2011, quando foi designada para coletar informações sobre o planeta, capturou com sucesso as primeiras imagens do polo norte de Ganímedes, uma das 79 luas do maior planeta do Sistema Solar e também o maior satélite natural conhecido da Via Láctea.

Observada pelo Mapeador Auroral Infravermelho Joviano (JIRAM), instrumento infravermelho da sonda espacial Juno, uma alteração nas superfícies de gelo do local foi detectada, em decorrência de um bombardeio constante de plasma que recaía sobre a formação molecular do material. "Os dados do JIRAM mostram que o gelo no pólo norte de Ganímedes e ao redor foi modificado pela precipitação de plasma", disse Alessandro Mura, cientista do Instituto Nacional de Astrofísica em Roma. "É um fenômeno que pudemos aprender pela primeira vez com Juno porque conseguimos ver o polo norte em sua totalidade." 

(Fonte: NASA/Divulgação)(Fonte: NASA/Divulgação)

Sem uma atmosfera significativa e caracterizada por ser a única lua do Sistema Solar que apresenta um campo magnético próprio, o satélite natural foi escolhido pela NASA por suas particularidades, que indicam uma relação única entre a superfície dos polos e a concentração de magnetismo. Diferentemente da Terra, que oferece uma trajetória para o plasma solar atingir a atmosfera, em Júpiter o material é levado até os polos da lua, alcançando as superfícies congeladas pelas linhas do campo magnético.

A jornada extraterrestre

Coletadas em dezembro de 2019 ao longo de mais de 100.000 quilômetros de distância, as imagens recém-divulgadas de Ganímedes são apenas um primeiro passo para a continuidade dos estudos em Júpiter. Sob a justificativa de descontaminação das luas congeladas que orbitam o planeta, a missão de Juno deverá ser encerrada em julho de 2021, mas renovada para o ano seguinte.

Em 2022, a Agência Espacial Europeia (ESA) está planejando o retorno dos estudos no planeta, com pretensões de lançar espaçonave Jupiter Icy Moons Explorer, a JUICE, proposta para realizar a observação não apenas de Ganímedes, mas das luas Europa e Calisto e de outros que orbitam o gigante da Via Láctea.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.