Conheça Timgad, cidade 'romana' na Argélia enterrada por mil anos

Conheça Timgad, cidade 'romana' na Argélia enterrada por mil anos

Último Vídeo

Timgad é uma cidade do Império Romano localizada na África, especificamente na Argélia, na costa norte das montanhas Aurès. Construída pelo imperador Trajano no ano 100 da nossa era, a progressiva cidade foi saqueada por tribos berberes após a queda de Roma, mas suas ruínas permanecem até hoje como um dos mais belos exemplos da arquitetura urbana romana.

Fonte: oualid_yahiaoui/Instagram/Reprodução
Fonte: oualid_yahiaoui/Instagram/Reprodução

A construção da cidade atendeu a dois objetivos: primeiramente, o de ser uma colônia militar, abrigando os veteranos das poderosas forças armadas de Trajano. Outro propósito foi exibir uma demonstração do poderio romano contra as tribos berberes, que viviam nas montanhas próximas.

A construção de Timgad

Fonte: unesco_ancient-sites/Instagram/Reprodução
Fonte: unesco_ancient-sites/Instagram/Reprodução

Timgad foi construída ex nihilo, ou seja, do zero, pois não havia nenhum tipo de assentamento no local. A arquitetura utilizada foi o sistema clássico de grade romana, em um grande quadrado perfeito, com vários cruzamentos principais dentro da cidade, para que o tráfego flua de forma suave.

Fonte: Dan Sloan/Flickr/Reprodução
Fonte: Dan Sloan/Flickr/Reprodução

Como era comum em todas as cidades romanas da época, a rua que ia de norte a sul era conhecida como “cardo”. A via que ia de leste a oeste chamava-se “decumanus”. Porém, em vez de cruzar toda a cidade, o cardo de Timgad terminava em seu centro, bem em frente ao tradicional fórum.

Fonte: beauty_dzz48/Instagram/Reprodução
Fonte: beauty_dzz48/Instagram/Reprodução

Inteiramente construídos de pedra, os edifícios e monumentos públicos eram frequentemente restaurados, como o Arco de Trajano, o Portão Oriental e o Portão Ocidental. As ruas eram pavimentadas com grandes lajes retangulares de calcário, e existiam 14 banhos públicos. As casas de diversos tamanhos exibiam suntuosos mosaicos.

Fonte: oualid_yahiaoui/Instagram/Reprodução
Fonte: oualid_yahiaoui/Instagram/Reprodução

Morte e redescoberta

Durante três séculos, Timgad foi uma cidade próspera até ser invadida, sucessivamente, pelo povo vândalo em 430, e pelos montagnards dos Aurès que a destruíram completamente. A cidade foi meio “ressuscitada” pelos bizantinos no século VI, mas saqueada pelos berberes no século VII, quando todos os habitantes abandonaram para sempre o local.

Fonte: Dan Sloan/Flickr/Reprodução
Fonte: Dan Sloan/Flickr/Reprodução

Totalmente abandonada, a cidade foi inteiramente enterrada pelo Saara, e assim permaneceu durante mil anos, até ser descoberta por uma equipe de exploradores que viajava pelo norte da África. As ruínas de Timgad foram tão bem preservadas pelo deserto que alguns visitantes a chamam hoje de Pompeia da Argélia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.