Casa de 1.500 decorada com pintura ilusionista é descoberta na Turquia

Arqueólogos da Expedição Sardis da Universidade de Harvard  descobriram uma casa antiga de cerca de 1.500 anos na Turquia decorada com impressões de patinhas de cachorros, além de muitas espadas romanas e pinturas na parede.

As pegadas dos filhotes foram preservadas pelos azulejos depois que eles provavelmente caminharam pelos ladrilhos ainda molhados. Ou seja, aconteceu um procedimento parecido com o que ocorre hoje quando caminhamos por cimento que ainda não secou.

Além disso, a casa conta ainda com uma pintura ilusionista representando cortinas drapeadas e mármore, sendo isso, talvez, a característica mais curiosa da construção.

(Fonte: Archaeological Exploration of Sardis/Reprodução)
(Fonte: Expedição Sardis da Universidade de Harvard /Reprodução)

Artefatos de guerra

Em contraste com as pinturas ilusionistas e as patinhas, um lado mais sombrio também se fez presente. Cinco espadas romanas de mais de 50 centímetros foram achadas no local. Outros artefatos de guerra, como fivelas e selos de chumbo usados em documentos oficiais, integraram o tesouro de instrumentos antigos preservados pelo monumento.

Por meio das descobertas, os arqueólogos concluíram que a casa pertenceu a alguma autoridade militar ou civil, provavelmente alguém diretamente envolvido em combates e que realmente utilizava as espadas e os outros artefatos. Além dessa casa, apenas três outras espadas já foram encontradas na região. Por isso, a descoberta foi de grande valor para os arqueólogos.

(Fonte: Archaeological Exploration of Sardis/Reprodução)
(Fonte: Expedição Sardis da Universidade de Harvard /Reprodução)

Os pesquisadores concluíram que a casa deve ter sido habitada por mais de 200 anos., até um terremoto destruir sua estrutura. Nicholas Cahill, professor da Universidade de Wisconsin-Madison, está conduzindo a escavação para Havard, que conta com a permissão do governo turco. No momento, é preciso esperar até que mais descobertas sejam publicadas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.