11
Compartilhamentos

Animais podem ter Síndrome de Down?

É bastante comum que as pessoas achem engraçado quando um de seus animais de estimação espirra sem se perguntar qual o real estado de saúde do bichinho. Apesar de parecer uma visão distante para nós, entretanto, são poucos os problemas de saúde que afetam nos afetam exclusivamente e portanto é comum que animais e humanos dividam alguns sintomas e doenças.

Pensando nisso, é possível que alguém esteja se perguntando: então é possível que alguns animais desenvolvam uma condição como, por exemplo, a Síndrome de Down? Vamos entender um pouco mais sobre essa doença genética e quais as possibilidades dela se manifestar em outras espécies.

O que é a Síndrome de Down?

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Antes de entendermos se a Síndrome de Down pode surgir ou não em animais, precisamos entender de fato o que ela é. Para isso, precisamos entender que toda a informação genética de um ser humano está contida em nossos cromossomos, estruturas complicadas e organizadas que formam o nosso DNA

Os cromossomos contêm todo nosso sequenciamento genético que é passado pelos nossos pais. Normalmente, esse processo é o que define as particularidades do nosso corpo no nascimento e potencialmente o surgimento de algumas patologias que encararemos no passar da vida.

A maioria dos seres humanos possui 23 pares de cromossomos. Por outro lado, indivíduos que sofrem com Síndrome de Down, que é uma condição genética, possuem uma cópia extra do cromossomo 21 — fazendo com que a doença tenha nome médico de trissomia do cromossomo 21. 

Essa alteração genética é responsável por algumas das características físicas comuns em pessoas com a síndrome e também pode causar algum grau de deficiência cognitiva e crescimento prejudicado no tecido muscular. A Síndrome de Down também é associada com baixa no sistema imunológico e redução na expectativa de vida.

Trissomia na natureza

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Se pesquisarmos por "Síndrome de Down em animais" no Google, encontraremos páginas e paginas de artigos, vídeos e fotos sobre casos de animais com mutações genéticas que resulta em várias deficiências físicas e mentais. Mas isso significa que eles realmente nasceram com a trissomia do cromossomo 21? Resumidamente, a resposta é não.

De maneira geral, a Síndrome de Down é uma doença exclusivamente humana já que a nossa organização dos cromossomos é completamente diferente da existente em outras espécies na natureza, fazendo com que seja praticamente impossível para outras criaturas desenvolverem o mesmo tipo de problema.

Por outro lado, existem animais que dividem algumas informações genéticas com os humanos. Na verdade, os gorilas possuem uma sequência de DNA tão parecida com a nossa que as similaridades chegam perto da faixa de 97-98%. Apesar de muito próximo, ainda existe uma boa disparidade entre os dois organismos.

Como cada animal também possui uma sequência genética, eles também têm cromossomos ordenados. Então, é possível que surjam deficiências genéticas similares à Síndrome de Down. Isso pode se traduzir em dificuldades cognitivas e fisiológicas, além de alterações anatômicas que alteram as características físicas do animal — como os exemplos exibidos na internet.

Kenny, o tigre branco

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Um caso que ficou famoso na internet por se tratar de um "animal com Síndrome de Down" é o de Kenny, um raro tigre branco resgatado de um criadouro antiético nos Estados Unidos em 2002 pela Reserva Natural de Turpentine Creek, onde viveu até a sua morte em 2008.

Por si só, tigres brancos são particularmente raros e Kenny era ainda mais único porque, além de seu belo casaco branco, ele sofria de deformidades faciais genéticas, incluindo um focinho anormalmente curto e rosto largo. Logo, os internautas fizeram a associação de que o animal possuía Síndrome de Down.

Entretanto, as deformidades do animal eram o resultado de gerações de reproduções entre membros da mesma família, e não o tipo de mutação cromossômica que é responsável pela síndrome de Down em humanos. Como os tigres brancos são extremamente desejados pelos seus pelos, a maioria dos que estão vivos hoje são provenientes de criadouros que forçam relações consanguíneas. 

Síndrome de Down em primatas

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Apesar do conceito de Síndrome de Down em animais ser basicamente um mito, os primatas parecem ser as únicas criaturas de desenvolver uma condição genética relativamente similar à trissomia do cromossomo 21. Mesmo assim, ainda existem algumas diferenças.

Os primatas, ao contrário dos humanos, possuem 24 pares de cromossomos e alguns nascem com uma cópia extra do cromossomo 22, que pode ser comparado com o cromossomo 21 dos seres humanos. Isso faz com que eles apresentem defeitos de crescimento, problemas cardíacos e alguns dos outros sintomas comuns na Síndrome de Down.

Em 2017, um estudo feito pela Universidade de Quioto, no Japão, confirmou pelo menos dois casos da trissomia do cromossomo 22 em espécimes de chimpanzé na região. Ainda não se sabe ao certo quão comum essa condição é entre os animais da espécie.


Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.