Seja o primeiro a compartilhar

4 hábitos que prejudicam o cérebro e que devemos evitar

Você sabia que há 86 bilhões de células no cérebro? Essas células são responsáveis por executar a maior parte das ações que realizamos no dia a dia. Ao longo dos milhares de anos, fomos desenvolvendo nosso cérebro, mas os especialistas determinam que o nosso estilo de vida moderno está destruindo nossas vias neurais, deixando-nos mais lentos e menos criativos. 

Confira quatro hábitos que prejudicam nosso cérebro. 

1. O excesso de inatividade 

O home office fez com que muitas pessoas intensificassem o sedentarismo, que é prejudicial à saúde e ao cérebro. (Fonte: Freepik/Reprodução)O home office fez muitas pessoas intensificarem o sedentarismo, que é prejudicial à saúde e ao cérebro. (Fonte: Freepik/Reprodução)

Desde que o home office começou, muitas pessoas pararam de realizar exercícios físicos e diminuíram sua movimentação, pois trabalham, comem e dormem no mesmo ambiente. 

Ficar sentado por muito tempo, além de estar diretamente relacionado a doenças cardíacas, obesidade e depressão, também pode mudar o nosso cérebro. Quando nos movimentamos, o nosso corpo libera hormônios que ajudam no funcionamento do corpo e do cérebro, como endorfina, adrenalina e serotonina.

 2. As multitarefas 

Atualmente, somos bombardeados com milhares de informações ao longo do dia. Na tentativa de sermos mais produtivos, optamos pelas multitarefas, abrindo várias abas no computador, respondendo pessoas simultaneamente no celular e no e-mail. O resultado disso é a perda de foco e a difusão de concentração que leva à improdutividade e sobrecarga de informações. 

Uma pesquisa descobriu que as pessoas que realizam multitarefas têm menos densidade no córtex cingulado anterior, uma região responsável pela empatia e pelo controle cognitivo e emocional. Para reduzir isso, planeje o seu dia com uma lista de tarefas e vá eliminando uma de cada vez. Algumas pessoas também ouvem música clássica enquanto trabalham para melhorar a atenção. 

3. Dormir pouco

O sono tem uma função essencial para restabelecer as funções cerebrais. Durante o descanso, o cérebro aproveita para consolidar e diferenciar informações, além de limpar e reorganizar os dados armazenados. Por isso, dormir em um ambiente calmo e horas suficientes é necessário para manter a saúde cerebral. 

4. Consumir muito açúcar 

Estudos comprovam que o consumo de alimentos ricos em açúcar e carboidratos têm influência negativa sobre os neurotransmissores que ajudam a manter o humor estável. (Fonte: Freepik/Reprodução)Estudos comprovam que o consumo de alimentos ricos em açúcar e carboidratos têm influência negativa sobre os neurotransmissores que ajudam a manter o humor estável. (Fonte: Freepik/Reprodução)

O açúcar é um grande vilão da saúde na atualidade. Os alimentos industrializados, como chocolate, refrigerante e biscoitos, têm uma grande quantidade de açúcar, que prejudicam a capacidade cognitiva, afetando a memória e o aprendizado, por exemplo, além de interromper a sinalização da insulina.

O consumo de açúcar também leva ao estresse oxidativo, levando ao mau humor, depressão, baixa concentração e raciocínio mais lento; por isso, tente eliminar esses hábitos da sua vida. E não se esqueça dos princípios básicos de uma boa saúde cerebral: boa dieta com ingestão de água e exercício físico.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER