6 fatos interessantes sobre a gravidez

A gravidez costuma ser um período bastante emocionante e marcante na vida de todos os casais prontos para construir uma nova família. Entretanto, vale ressaltar que essa também é uma fase que exige diversos cuidados e que não possui um manual exato para aqueles que estão vivenciando essa experiência pela primeira vez.

Mesmo assim, isso não significa que não existam algumas informações curiosas e relevantes para você se preparar minimamente. Pensando nisso, nós separamos uma lista com seis fatos interessantes sobre a gravidez e que você gostará muito de saber. Fica de olho!

1. Mudanças no cérebro

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Uma grande verdade sobre a gravidez é que ela deixa as mamães muito mais sensíveis para toda a vida ao seu redor e tudo isso tem uma explicação. Quando uma mulher está grávida, a estrutura do seu cérebro sofre algumas mudanças importantes.

Em algumas áreas, o volume de matéria cinzenta diminui consideravelmente e é possível notar um aumento de empatia como forma de ajudar as mães a compreenderem os sentimentos de seus filhos. Incrível, né?

2. Exercícios físicos

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Durante a gravidez, muitas mulheres ficam receosas de manterem uma prática de exercícios e potencialmente colocarem a saúde dos bebês em risco. Apesar de algumas limitações que o período de gestação pode causar, exercitar-se não só é algo possível como também recomendável.

Estudos demonstram um impacto positivo no desenvolvimento cognitivo dos fetos quando as futuras mamães adotam algumas atividades físicas durante a gravidez. 

3. Primeiro cocô

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

É sempre importante ter em mente que o consumo de qualquer substância tóxica durante a gravidez pode causar riscos à saúde do bebê. E não adianta tentar fumar escondida, pois o primeiro cocô do feto carrega um número de informações simplesmente inimaginável.

O mecônio, como também é chamado, pode ser testado para mostrar se as mães fumaram, beberam ou usaram drogas durante a gestação. Nos Estados Unidos, isso é usado para determinar a elegibilidade dos pais para manter seu filho recém-nascido.

4. Função do enjoo

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Uma das partes mais chatas de estar grávida definitivamente costuma ser os fortes períodos de enjoo durante determinado ponto da gestação. Entretanto, é importante ter em mente que os enjoos matinais possuem um significado e são fundamentais para a saúde dos fetos.

De maneira geral, essa costuma ser a época em que o feto está mais vulnerável e desenvolvendo seus órgãos. Por isso, vomitar é uma forma de eliminar do corpo substâncias que carregam potenciais micróbios e toxinas maléficas.

5. Massa óssea

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Durante a gravidez, é bastante importante que as mamães busquem montar uma dieta extremamente rica em cálcio. Quando um bebê está crescendo no ventre, ele necessita de bastante cálcio para desenvolver seu esqueleto e roubará dos ossos de sua mãe se não receber o suficiente.

Por conta disso, é comum que as mulheres percam cerca de 3% a 5% de massa óssea durante o período de amamentação e recuperação pós-parto.

6. Importância do chocolate

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Mesmo se você não for do tipo de pessoa amante de chocolate, talvez seja importante considerar comer esse doce durante a sua gravidez. O motivo disso? Um estudo feito em 2004 indicou que mulheres grávidas que comeram grandes quantidades de chocolate tiveram um estresse reduzido no período pré-natal.

Além disso, esse efeito também acaba sendo carregado para os recém-nascidos. Bebês com até 6 meses de idade apresentaram um comportamento muito mais agradável quando nasceram de mães chocólatras do que em comparação com aquelas que não gostavam de chocolate. Essa é uma ótima desculpa para comer um docinho, hein?

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.