37
Compartilhamentos

Arqueólogos descobrem sistema de esgoto de 2 mil anos na Turquia

Durante expedições nas margens do Rio Menderes (Turquia), arqueólogos da Universidade de Pamukkale descobriram um complexo de sistemas de esgoto datado de 2 mil anos, quando o local estava sob o domínio do Império Romano. Segundo a pesquisa, os encanamentos tinham um quilômetro de comprimento e mais de cinco metros de altura, permitindo que as pessoas entrem e caminhem nas dependências.

Localizada no distrito de Buldan, a antiga cidade de Trípoli — também conhecida como Neápolis, Apolônia e Antoninópolis — tornou-se um importante sítio arqueológico no oeste da Turquia, e seus registros do século II entregam cada vez mais informações sobre a ocupação romana e bizantina, incluindo histórias sobre teatros, casas de banho, muralhas e necrópoles. Agora, o achado remete à estrutura subterrânea da região e aponta para um enorme sistema de esgotos que chamou a atenção pelo perfeito estado de preservação.

(Fonte: KTB / Reprodução)(Fonte: KTB/Reprodução)

“Enquanto trabalhávamos no santuário, que podemos chamar de coração da cidade, encontramos vários achados que remontam à era helenística”, disse Bahadir Duman, professor associado do Departamento de Arqueologia da Universidade de Pamukkale. “Um sistema de esgoto com um quilômetro de comprimento foi detectado bem embaixo da rua Colonnaded, uma das principais vias da cidade. Este ano, limpamos uma parte durante as escavações.”

(Fonte: KTB / Reprodução)(Fonte: KTB/Reprodução)

“A diferença dos sistemas em Trípoli para os outros é que ele ainda está intacto”, disse Duman. “O principal sistema de esgoto é um dos raros exemplos, o que o torna importante. A cidade tem duas ruas de nove metros de largura que encontramos até agora. Acreditamos que esse sistema foi feito para fornecer um ambiente limpo”. O especialista completa informando que o local subterrâneo media mais de cinco metros de altura e dois metros de largura, o que possibilitava a entrada e tráfego de pessoas.

O abastecimento em Trípoli

Conhecida por ser uma das cidades mais influentes a partir do século I, especialmente devido à sua localização em rotas comerciais entre Frígia, Lídia e Caria e à sua posição no Menderes, que ligava o interior da Anatólia com os mares Egeu e Mediterrâneo, Trípoli prosperou significativamente no século seguinte, quando foi ocupada pelos romanos. Rapidamente, sistemas de estradas, segurança e abastecimento foram construídos, e a cidade se tornou referência em infraestrutura.

Até a queda de Neápolis em 494 d.C., causada por um terremoto que apavorou a população, o sistema de esgoto recebia todas as águas residuais da cidade e as transportava para um córrego próximo, onde a natureza agia e levava o fluxo para o Mar Mediterrâneo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.