Por que nós choramos? Entenda a ciência por trás do choro

Você é do tipo de pessoa que costuma chorar por causa de tudo? Quando o assunto é choro, nem todas as lágrimas são exatamente iguais. Na verdade, o ato de chorar é realmente um dos "fenômenos" mais intrigantes da natureza humana e cumpre funções no nosso organismo que algumas vezes não percebemos.

Embora nem todas as pessoas chorem com extrema facilidade, essa pode ser uma resposta do nosso corpo para expressar emoções, aliviar dores corporais ou até mesmo se conectar socialmente com outras pessoas. Então, vamos entender um pouco mais a importância do choro em nossas vidas.

Função do choro

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

O choro — especialmente o emocional — é uma das melhores formas que o corpo humano tem para se livrar de hormônios do estresse como o cortisol. Portanto, quando choramos, as lágrimas carregadas de cortisol saem pelos olhos e nós acabamos ficando mais tranquilos em questão de poucos minutos. 

De acordo com alguns pesquisadores e cientistas, o choro é importante para aumentar a resiliência imunológica, assim como o riso. O choro pode desencadear a liberação de opioides, que podem influenciar a atividade das células imunológicas e ajudar o sistema imunológico a se tornar mais eficaz como um todo. Sendo assim, podemos enxergar o choro como uma importante ferramenta para proteger nosso corpo de estressores, sejam eles internos, sejam externos. 

Tipos de lágrima

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Ao longo da vida, acabamos notando que o ato de chorar pode ser usado pelos seres humanos para múltiplas funções. Em geral, as lágrimas podem servir para expressar um pedido de ajuda que muitas vezes não conseguimos por meio de palavras, podendo ser um choro de raiva ou de pura tristeza, por ele deixamos o restante das pessoas compreender que não estamos em um bom momento.

Alguns indivíduos sentem tanta vergonha dessa vulnerabilidade que dificilmente conseguem chorar em público ou na frente dos outros. Por conta disso, às vezes pode parecer um pouco mais fácil conseguir deixar uma lágrima escorrer quando estamos completamente sozinhos.

De uma perspectiva evolucionista, chorar seria uma demonstração de fraqueza que lhe colocaria em uma situação de desvantagem em uma batalha por sobrevivência. Entretanto, esse pode ser um importante método para gerarmos empatia em relação a outras pessoas e estabelecermos laços mais fortes por meio das estruturas sociais que criamos para viver.

Processando emoções

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Por vezes, chorar é uma simples reação do nosso olho para se livrar de alguma irritação ou algo que está atrapalhando a sua visão, mas na maior parte do tempo, choramos para tentar lidar com emoções extremas e que não sabemos exatamente qual é a melhor forma para controlá-las. 

Enquanto os choros por tristeza, culpa ou preocupação são ótimos para se livrar do estresse, os chamados "choros bons", como os de felicidade, amor e gratidão, podem ser vistos como um ato de você regular e processar todas essas informações e sentimentos intensos.

O suporte emocional é um processo-chave para a existência humana nos atualmente, porém nem sempre é fácil de ser obtido. Por isso, chorar pode acabar nos ajudando a receber algum tipo de conforto para as nossas emoções.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.