37
Compartilhamentos

6 produtos de limpeza que você não deve misturar de jeito nenhum

Na hora de lavar a casa ou alguma peça de roupa, sempre existe aquela pessoa que sai por aí "brincando de cientista maluco" e mistura diversos produtos de limpeza na esperança de encontrar um material ainda mais eficaz. Entretanto, isso não é algo muito recomendado a se fazer, uma vez que a combinação de alguns produtos químicos pode ser bastante perigosa.

Por isso, nós montamos uma lista com seis misturas que devem ser completamente evitadas no dia a dia dos donos de casa. Fique de olho nessas combinações para fugir de maiores problemas dentro do seu domicílio!

1. Vinagre + Água oxigenada

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Uma dica completamente péssima para quem está tentando remover manchas de roupas e toalhas é tentar misturar o vinagre à água oxigenada. A combinação desses dois produtos forma o ácido peracético, que é extremamente tóxico para nós, seres humanos.

Além disso, essa é uma substância bastante corrosiva. Portanto, se você estava em busca de remover manchas, pode acabar destruindo completamente a superfície que estava limpando.

2. Água sanitária + Álcool

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Poucas pessoas sabem, mas a água sanitária costuma ser muito perigosa quando misturada com diversos outros produtos químicos, e um grande exemplo disso é o álcool. Quando essas duas substâncias entram em contato, essa mistura forma três outras: cloroacetona, clorofórmio e ácido clorídrico.

Se for inspirada, essa solução pode causar intoxicação, sobretudo afetando o sistema nervoso central e os pulmões. A água sanitária, inclusive, não é recomendada para a limpeza de muitos materiais por ser bastante abrasiva.

3. Detergente + Desentupidor de pia

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Sozinhos, os desentupidores de pia já costumam ser extremamente danosos à saúde, visto que apresentam alto teor de ácidos para cumprir a sua função de liberar ralos e dutos. Entretanto, esse elemento fica ainda mais perigoso quando é misturado com algum detergente.

A junção desses dois produtos resulta na liberação de alguns gases tóxicos para o nosso organismo, o que pode acarretar fortes náuseas e mal-estar em quem inspirá-los. 

4. Bicarbonato de sódio + Vinagre

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Em geral, misturar bicarbonato de sódio e vinagre costuma ser uma ação completamente inofensiva, mas também ineficiente. Sozinhos, esses produtos são ótimos para limpeza, porém juntos podem se tornar inativos. Isso ocorre porque o primeiro é um alcalino enquanto o segundo é um ácido.

E, assim como você pode ter aprendido nas aulas de Química, quando juntamos um ácido com uma base, eles se anulam por completo. Entretanto, o perigo não está aí. Dependendo da proporção da mistura e, se ela for feita em um recipiente fechado, pode gerar uma pequena explosão. Então, tome cuidado!

5. Desinfetante + Água sanitária

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Como dito, a combinação de água sanitária com outros produtos não costuma resultar em boas coisas. E o mesmo é válido para a junção de desinfetantes, o que pode acarretar o surgimento das famosas "cloraminas" — substâncias supertóxicas que não devem ser inaladas nem entrar em contato com a pele.

Além de gerar alergias e irritações, essa mistura se torna um problema pela presença da amônia na composição dos desinfetantes, que vira algo perigoso quando colocado em contato com a água sanitária.

6. Misturar marcas diferentes

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Ao contrário das demais dicas nesta lista, essa serve mais como um alerta generalizado. Em geral, cada marca de produto de limpeza costuma usar fórmulas diferentes para um mesmo produto. Por esse motivo, misturar um mesmo produto que não seja de um único fornecedor pode ser algo arriscado e não recomendado.

Por mais que algum dos seus produtos de limpeza esteja acabando, busque utilizá-lo somente de maneira independente para evitar maiores problemas.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.