Seja o primeiro a compartilhar

Olhos verdes ou azuis: afinal, o que dá cor às nossas íris?

Muita gente gostaria de mudar a cor dos próprios olhos. Há quem, inclusive, use lentes coloridas para satisfazer este desejo. Mas você sabe como a cor dos olhos de uma pessoa é gerada?

Esta característica física é, sim, uma herança genética que recebemos não só de nossos pais, mas de nossos ancestrais. Esta cor será mais clara ou mais escura de acordo com a pigmentação da íris, que circunda aquele "buraco negro" no meio de nosso olho (a pupila) e ajuda a controlar a quantidade de luz que entra nele.

Quanto mais melanina tivermos dentro da íris, mas escuros serão nossos olhos. Por isso, os olhos azuis, cinzas ou verdes são mais claros justamente porque têm menor quantidade deste pigmento.

Todas as íris variam dentre uma "paleta" de cores que vai desde o azul muito claro até o marrom escuro. Na humanidade, o castanho é a cor mais frequente — a maior parte das pessoas que existem no mundo tem olhos com alguma variante do marrom. Em seguida, vêm as cores azul e cinza e, por fim, o verde, que é a mais rara.

A ascendência étnica e a influência na cor dos olhos

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Estudiosos mostram que olhos de cores mais claras, como verde e azul, são mais comuns em pessoas que têm ascendência europeia — ou seja, que têm ancestrais que viveram neste continente.

A razão para isso não é totalmente conhecida, mas há indícios já levantados em um estudo feito na Universidade de Copenhague que assegura que as pessoas de olhos azuis provavelmente têm um mesmo ancestral em comum: um sujeito que viveu na Europa entre 6 mil e 10 mil anos atrás.

Hans Einberg, professor do Departamento de Medicina Celular e Molecular da Universidade de Copenhague, explica: "originalmente, todos nós tínhamos olhos castanhos. Mas uma mutação genética que afeta o gene OCA2 nos nossos cromossomos resultou na criação de um 'desvio', que literalmente desativou a capacidade de produzir olhos castanhos".

Os pesquisadores envolvidos neste estudo constataram que as pessoas com olhos azuis têm um pequeno grau de variação em seu código genético para a produção de melanina - algo que teria ocorrido por conta dessa alteração genética.

Escolhendo a cor dos olhos de um bebê

(Fonte: IMO)(Fonte: IMO)

Os pais, muitas vezes, têm expectativa sobre a cor dos olhos dos bebês que esperam. Mas mesmo que ambos os progenitores tenham olhos da mesma cor, é impossível determinar com segurança qual será a herança genética do filho.

Isto ocorre porque a quantidade de melanina (o pigmento que dá a cor aos olhos, mas também à pele e ao cabelo) será determinada justamente pela combinação genética do pai e de mãe, o que não pode ser verificado previamente.

Outra questão interessante é que, muitas vezes, os bebês "trocam" a cor dos olhos enquanto crescem. A razão disso é que, quando as crianças nascem, as células que produzem melanina ainda não entraram em contato com a luz, o que faz produzir a cor mais escura. Com o tempo, isso começa a acontecer, e é por isso que muitos bebês escurecem os olhos quando crescem.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.