Seja o primeiro a compartilhar

É possível evitar pensamentos indesejados?

Quem já assistiu ao filme Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças sabe bem: por vezes, esquecer uma memória é tudo o que mais desejamos. Quando passamos por um rompimento amoroso, pode ser um alívio não ter que pensar naquela música que lembra um antigo amor, ou não recordar de um romance quando passamos por um lugar que os dois frequentavam.

Mas será que é possível realizar este desejo de afastar da mente pensamentos indesejados? De acordo com a ciência, a resposta mais plausível é: talvez. Neste texto, explicamos como isto funciona.

Temos controle sobre os nossos pensamentos?

(Fonte: Whyy)(Fonte: Whyy)

Segundo o psicólogo Joshua Magee, temos bem menos controle sobre os pensamentos do que costumamos imaginar. Isto foi constatado por um experimento famoso feito em 1996 por Eric Klinger, professor de psicologia da Universidade de Minnesota. 

Na ocasião, os participantes monitoraram todos os seus pensamentos durante um dia. Em média, as pessoas relataram ter mais de 4 mil pensamentos diários. A maior parte deles era muito fugaz, e não durava mais que cinco segundos.

O que foi constatado neste estudo é que um terço dos pensamentos parecia vir do nada, como se aparecessem aleatoriamente na cabeça das pessoas. Magee explica: "os pensamentos estão constantemente fluindo e fluindo, e muitos de nós não percebemos", pontuou ao portal Live Science.

Os pesquisadores que participaram da experiência relatada em 1996 postularam que os participantes notaram que 22% dos seus pensamentos eram estranhos ou simplesmente errados - por exemplo, imaginar que está se jogando na frente de um trem ou cortando o dedo de propósito.

Podemos evitar pensamentos indesejados?

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

A grande questão por trás aqui é: nem sempre queremos que estes pensamentos cheguem em nossa mente. Quando você está numa entrevista de emprego, por exemplo, não vai ser prudente pensar em aviões caindo. Mas será que é possível evitar que estas ideias venham à mente?

De acordo com uma pesquisa relatada por pesquisadores israelenses em 2022, é possível. Eles criaram um experimento com 80 voluntários que tentava simular o que acontece quando alguém, por exemplo, ouve uma canção de amor no rádio e tenta desesperadamente não lembrar do ex-namorado.

Segundo os resultados da pesquisa, os participantes, de acordo com os estímulos corretos, conseguiam desfazer associações que vinham à sua mente. Isaac Fradkin, um dos autores do estudo, relatou à Live Science de que não é possível provar que as pessoas possam evitar completamente algum pensamento específico. Contudo, a prática e o treino podem ajudar a evitar que isso aconteça.

Alguns possíveis problemas na técnica

(Fonte: Harvard Health)(Fonte: Harvard Health)

Contudo, outras pesquisas parecem sugerir o contrário: quanto mais buscamos evitar que algo venha à mente, mais estamos fortalecendo aquela ideia. "Quando suprimimos um pensamento, estamos enviando uma mensagem ao nosso cérebro. Em essência, estamos tornando esses pensamentos mais poderosos ao tentar controlá-los", relatou o psicólogo Joshua Magee.

Uma análise realizada em 2020 que revisou 31 estudos diferentes sobre supressão de pensamentos relatou que esta técnica funciona - só que apenas a curto prazo. Os participantes destes experimentos tendiam a ser bem-sucedidos para evitar que ideias viessem à sua mente. Mas assim que a tarefa acaba, o pensamento voltava.

Por isso, a melhor técnica parece ser agir conscientemente para abordar os pensamentos indesejados e enfrentá-los, ao invés de tentar evitá-los. "Podemos permitir que esses pensamentos fiquem apenas em nossas mentes, sem nos agarrarmos a eles com muita força e sem tentar combatê-los", afirmou Isaac Fradkin.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.