Estudantes brasileiros recriam monumentos do Oriente Médio usando Minecraft

Estudantes brasileiros recriam monumentos do Oriente Médio usando Minecraft

Último Vídeo

O uso de jogos como ferramentas de aprendizado é uma prática adotada há anos. Muitos jovens adultos devem se lembrar do primeiro contato com computadores em sala de aula, com games educativos e outras atividades básicas. Títulos mais modernos, como Minecraft e a franquia Assassin's Creed, tornaram a mídia ainda mais relevante para a educação de crianças e jovens, e com essa ideia foi criado o projeto History Blocks.

A iniciativa da Microsoft e da Unesco pretende apresentar, de forma dinâmica, arquitetura e memória de monumentos históricos do Oriente Médio que crianças e pré-adolescentes não terão a chance de conhecer. A reconstrução de locais destruídos pela opressão religiosa utilizando o Minecraft: Education Edition proporciona aos alunos noções de Geometria e História, além de destacar a importância do trabalho em grupo.

Ao mesmo tempo que resolvem desafios complexos de Geometria, Lógica e abstração, é possível ver como se interessam pela cultura e pelas histórias.

A Escola Bosque, localizada na zona sul de São Paulo, foi a pioneira na adoção do projeto pedagógico e já finalizou reconstruções virtuais de locais como a Mesquita de Al-Nuri e o Templo de Bel, vítimas de ataques religiosos do grupo extremista autodeclarado Estado Islâmico.

A diretora pedagógica da instituição, Silvia Scuracchio, diz estar surpresa com o envolvimento dos alunos com o History Blocks. "Ao mesmo tempo que resolvem desafios complexos de Geometria, Lógica e abstração, é possível ver como eles se interessam pela cultura e pelas histórias por trás dos monumentos e de sua devastação", afirma a responsável. Além desses ganhos, destaca que o projeto proporciona uma boa maneira de ensinar conceitos como destruição cultural e opressão ideológica para os estudantes dessa faixa etária.

Alcance internacional

Presente em mais de 30 países ao redor do mundo, toda escola que utiliza o Minecraft: Education Edition pode acessar o plano pedagógico, embora ainda esteja disponível somente em inglês, e aplicar o passo a passo disponível no site do History Blocks.

Mentes brasileiras ajudaram no desenvolvimento do projeto, como o professor Francisco Tupy, um dos principais especialistas em Minecraft no Brasil e referência na aplicação de games como ferramentas educativas.

Estudantes brasileiros recriam monumentos do Oriente Médio usando Minecraft via TecMundo

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.