Cova com ossadas de nazistas é encontrada em vila polonesa

Cova com ossadas de nazistas é encontrada em vila polonesa

Último Vídeo

Pesquisadores do Laboratório de Pesquisa Histórica e Arqueológica de Pracownia Badan (POMOST), em Varsóvia, confirmaram que foram encontrados 18 corpos de paraquedistas nazistas enterrados em uma vala na pequena cidade de Kozlice, na Polônia. Juntamente aos restos, diversos itens de condecoração, honras e acessórios foram identificados, configurando uma descoberta valiosa para compreender um pouco mais da dinâmica ocupacional alemã durante a Segunda Guerra Mundial.

O achado, realizado por arqueólogos e habitantes da vila em questão, também aponta para uma série de sepulturas individuais que podem ser encontradas nas redondezas, além do túmulo coletivo, onde um grande grupo de soldados alemães foi enterrado. "Perto dos prédios rurais, descobrimos uma vala comum com 18 soldados alemães, mortos em 1945. Encontramos três sinais de identidade próximos aos restos mortais", comentou a instituição, em postagem no Facebook.

(Fonte: POMOST/Facebook)(Fonte: POMOST/Facebook)

(Fonte: POMOST/Facebook)(Fonte: POMOST/Facebook)

A relação com as forças aéreas do Reich foram comprovadas após a identificação de diversos itens que indicam nomeações feitas diretamente pelo líder supremo nazista, Adolf Hitler. Segundo informado por Tomasz Czabanski, diretor do grupo de escavações, uniformes completos com capacetes e calçados, três placas de identificação, um artefato de aço com o símbolo da Luftwaffe (a Força Aérea nazista) gravado em ferro e uma Cruz Espanhola, símbolo decorativo que designou a Legião Condor, estavam entre os restos.

(Fonte: POMOST/Facebook)(Fonte: POMOST/Facebook)

A vila de Kozlice 

A poucos quilômetros do centro de Kozlice, os nazistas implantaram uma base da Luftwaffe. No território, então, soldados alemães praticavam atividades militares envolvendo práticas de salto, tiros e testes com minas terrestres, funcionando como uma espécie de "arena secreta" de prática nazista, criada em meados de 1930.

(Fonte: Daily Mail/Reprodução)(Fonte: Daily Mail/Reprodução)

Com a descoberta feita pelas tropas da 1ª Frente Ucraniana de Stalin em janeiro de 1945, o terreno foi alvo de bombardeios e de uma série de diversos ataques, o que possivelmente resultou no sepultamento em massa dos paraquedistas. Os alemães ainda conseguiram fugir antes mesmo das bombas atingirem Kozlice, mas o alerta não foi veloz o suficiente para movimentar todos os grupos de soldados que lá estavam instalados.

Um ano de descobertas

A identificação do grupo de paraquedistas nazistas não é o primeiro grande achado envolvendo o exército de Hitler em 2020. Nos últimos meses, diversas ferramentas e itens foram encontrados em antigos campos de concentração, contando um pouco mais sobre seus cotidianos, os planos de fuga de judeus enclausurados, e como o exército nazista se aproveitava do desespero como justificativa para um extermínio em massa.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.