Entenda por que a Princesa do Japão abdicou de seu título

Está sabendo da última? A Princesa Mako do Japão, sobrinha do imperador Naruhito, vai se casar! Mas se você pensa que isso é assunto apenas para sites de fofoca, não poderia estar mais enganado: a coisa ficou tão séria que começaram debates sobre o futuro da família imperial japonesa, o machismo e vários outros temas.

A Princesa Mako até desenvolveu transtorno de estresse pós-traumático. Tudo isso porque ela se apaixonou por um plebeu. O rapaz, Kei Komuro, fez faculdade de Direito com ela, mas é considerado inadequado pela imprensa e por setores mais conservadores da população japonesa. Houve até protestos quando os dois se casaram, nesta semana.

Os pombinhos estão juntos há 10 anos, mas as críticas começaram a pesar mesmo a partir de 2017, quando eles anunciaram os planos de casamento. A ideia era juntar as escovas de dentes já no ano seguinte mesmo, mas a polêmica foi tanta que o casório só aconteceu agora, no fim de 2021. Além disso, Mako abdicou de seu título.

Dizem que ela também quer recusar o dote de 152,5 milhões de ienes (cerca de 7,2 milhões de reais) dado a mulheres da família real que resolvem fazer justamente o que Mako fez. Após seu polêmico casamento, a ex-princesa vai morar em Nova York, onde o marido é advogado.

Você abriria mão da realeza por esse homem? (Imagem: Shizuo Kambayashi (AP)Você abriria mão da realeza por este homem? (Fonte: Shizuo Kambayashi (AP))

Só pode se casar com sangue azul!

Veja você que não se trata de qualquer plebeu. Kei Komuro estudou Direito nos Estados Unidos e vai dar uma vida de princesa (no sentido figurado, claro) para Mako em Nova York. Imagine o escândalo se a moça resolvesse se casar com um redator de site de curiosidades que não tem uma moeda para esfregar na outra!

Mas a tradição é que os nobres se casem com "sangue azul", que também pertencem à nobreza. Aí, tudo ficava naquele "clubinho", e muitos nobres acabavam se casando com quem era primo — mesmo distante, havia um parentesco. É por isso que tantos nobres europeus eram hemofílicos e os Habsburgo tinham aquela queixada enorme. Casaram-se todos entre parentes.

Foi apenas há algumas décadas que as monarquias começaram a ser um pouquinho mais "liberais", nesse sentido. Não precisa ir muito longe: Charles se casou com Diana, que era nobre, em vez de Camilla, que não era. Já em 2005, ele pôde se casar com ela. Depois seu filho, William, se casou com Kate, também plebeia, sem problemas.

É claro que a mídia mantém o foco, e os comentários do público podem ser maldosos. Se não, uma plebeia como Meghan Markle não teria gerado tanta polêmica. Agora, veja só: Mako e Kei estão sendo chamados de Harry e Meghan do Japão!

Casamento entre Casamento entre "sangue azul" causou problemas como o queixo Habsburgo. (Fonte: Fapesp/Reprodução)

Homem pode, mulher não

Mesmo no Japão, alguns imperadores (ou futuros imperadores) se casaram com plebeias. A avó de Mako é uma, assim como a esposa de Naruhito, atual imperador. O detalhe é que homem pode, mas mulher não. Mulher não pode nem subir ao Trono do Crisântemo.

Sim, o imperador do Japão ocupa o Trono do Crisântemo.

A Suécia tinha essa regra também, mas mudou. Agora, a primeira na linha de sucessão é a princesa Victoria, filha mais velha do rei Carl Gustav. Curiosidade: os dois são casados com plebeus, e a rainha da Suécia tem laços com o Brasil. Mas essa é outra história.

No Japão, isso está se tornando um grande problema, pois o imperador Naruhito só tem uma filha mulher (Aiko), que não pode subir ao trono (e sua mãe, Masako, foi bastante criticada por não dar um herdeiro homem a Naruhito). Assim, o próximo na linha de sucessão é o irmão mais novo dele, Fumihito.

A ex-princesa polêmica, Mako, é filha de Fumihito, que tem mais uma filha mulher. O único que pode dar um futuro ao Trono do Crisântemo é Hisahito, irmão mais novo de Mako, o qual só tem 14 anos. O futuro da família imperial, com mais de 2 mil anos, está nas costas dele.

O imperador Naruhito só tem uma filha, Aiko (Imagem: Coisas do Japão/Reprodução)O imperador Naruhito só tem uma filha, Aiko. (Fonte: Coisas do Japão/Reprodução)

Rabo de cavalo não pode

Voltando ao caso da princesa Mako, ela já está com Kei Komuro há 10 anos, e as críticas mais pesadas começaram em 2017. Dizem que o casal não se viu pessoalmente até que ele voltasse ao Japão para oficializar seu casamento com a princesa. Foi nessa época que ela desenvolveu o transtorno de estresse pós-traumático.

Kei recebeu muitas críticas porque sua mãe teria dívidas — uma situação envolvendo um ex-marido, que foi explorada até não poder mais pela mídia japonesa. Quando ele voltou ao Japão, foi criticado por usar rabo de cavalo — que foi cortado depois dos episódios. Mesmo bem-sucedido, Kei é de família humilde. Então, mais um motivo para criticá-lo.

Mesmo com muita gente contra eles, Kei e Mako continuaram firmes em seu romance. O rapaz deu diversas declarações dizendo que ama mesmo a ex-princesa e quer passar a vida ao lado dela. Já Mako pediu desculpas por quem possa ter ofendido, porém reafirmou que gosta mesmo de Kei e deseja viver com ele.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.