Seja o primeiro a compartilhar

Daniel Lambert foi o homem mais gordo da Inglaterra no séc. XIX

Daniel Lambert entrou para a história por conta de uma fama inusitada: durante os séculos XVIII e XIX, ele era considerado o homem mais gordo de toda a Inglaterra. Ele viveu entre 1770 e 1809, e estima-se que pesasse cerca de 335 kg.

Originalmente, Daniel Lambert era carcereiro e criador de animais na cidade de Leicester. Mas, com o tempo, enquanto ganhava peso, ele passou a percorrer o país e ganhar dinheiro fazendo exibições de seu corpo. Vale lembrar que, nessa época, a obesidade não era vista como um problema de saúde, mas apenas como uma curiosidade.

Como Daniel engordou?

(Fonte: Wellcome Collection)(Fonte: Wellcome Collection)

Nem sempre Daniel Lambert foi obeso. Há registros que, quando menino, ele era forte, saudável e tinha um grande interesse por animais de todo tipo.

O ganho de peso teria se iniciado quando Lambert herdou o emprego de seu pai, como carcereiro em uma prisão. Na maior parte do tempo, ele permanecia sentado. O estilo de vida sedentário começou a fazer com que ele começasse a engordar.

Com isso, ele passou a chamar a atenção — tanto que pessoas começaram a ir para sua casa apenas para espiá-lo. Como a prisão que Daniel Lambert trabalhava estava fechando, ele precisava encontrar outras maneiras de se sustentar.

Lambert então tomou a decisão: iria se mudar para Londres e começar a se expor em troca de ingressos.

A vida de Daniel Lambert em Londres

(Fonte: Medium)(Fonte: Medium)

Daniel Lambert vai para Londres em 1806, levando consigo a fama de ser o homem mais pesado do mundo. Conforme registro do livro English Eccentrics and Eccentricities, o homem teria tido que construir uma carruagem especial para carregá-lo até a capital da Inglaterra.

Lá, ele colocou um anúncio no jornal chamando os curiosos em conhecê-lo. O resultado foi que centenas de pessoas foram assisti-lo. Daniel Lambert se tornou uma atração para os londrinos. 

O mais interessante é que as pessoas que iam visitá-lo não gostavam apenas de vê-lo, mas ficavam fascinados com a sua conversa. Ele era um homem inteligente, capaz de falar com propriedade sobre muitos assuntos - em especial, sobre os cães e suas diferentes raças.

A fama se espalha pela Inglaterra

(Fonte: Random Times)(Fonte: Random Times)

Em pouco tempo, Londres inteira conhecia Daniel Lambert, que se tornou famoso — ele, inclusive, teve a honra de ter um encontro com o rei George III.

Mas claro que também havia os haters. No livro The Book of Wonderful Characters, de 1869, os autores Henry Wilson e James Caulfield registraram momentos ruins. “Uma pessoa perguntou [a Lambert] de maneira muito rude o custo de um de seus casacos, e ele não respondeu. O homem repetiu a pergunta com a observação de que ele achava que tinha o direito de exigir qualquer informação, tendo contribuído com seu xelim, o que ajudaria a pagar o casaco do Sr. Lambert, bem como o resto”.

Alguns meses depois, Lambert voltaria a Leicester - mas agora era um homem rico e uma espécie de celebridade. Em seguida, ele percorreria várias cidades da Inglaterra fazendo suas apresentações.

Aos 39 anos, Lambert teve uma falta de ar e passou mal, falecendo logo em seguida. Sua morte precoce ajudou que ele se tornasse uma lenda local. Ele foi homenageado com uma estátua, além de ter nomeado vários pubs ingleses. Detalhe: Daniel Lambert não bebia.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.