Seja o primeiro a compartilhar

Ta Prohm: 6 fatos sobre o magnífico templo cambojano

Ta Prohm é um dos templos que fazem parte do maior complexo religioso já construído na história da humanidade. Localizado em Siem Reap, no Camboja, o templo está dentro do sítio arqueológico de Angkor, declarado patrimônio da humanidade pela UNESCO. Conheça um pouco mais sobre esse local que parece ter sido "abraçado" pela floresta.

Leia também: Angkor: a antiga capital que se desenvolveu e sucumbiu à água

1. Fundação do templo

(Fonte: Jean-Pierre Dalbéra/Wikimedia Commons)(Fonte: Jean-Pierre Dalbéra/Wikimedia Commons)

Ta Prohm foi um dos primeiros templos construídos pelo rei Jayavarman VII, em 1186, como uma homenagem a familiares dele. A principal imagem do tempo, que representa Prajnaparamita – "a perfeição da sabedoria" – foi moldada à imagem da mãe do governante. Outros templos e recintos nos arredores homenageiam seu irmão mais velho.

2. Descoberta após o fim do império Khmer

(Fonte: Flickr/Paul Mannix)(Fonte: Flickr/Paul Mannix)

O império Khmer, do qual Jayavarman VII foi um dos regentes, perdurou do século IX ao século XV e se espalhava pela região onde atualmente estão os territórios do Camboja, Laos, Tailândia e Vietnã.

A cidade de Angkor, que abrigava o templo, era o maior centro urbano pré-industrial do mundo. Mas, ainda durante o império, os templos foram abandonados e só foram reencontrados no início do século XX por arqueólogos franceses.

3. Abandonado, mas não muito

(Fonte: Dennis Jarvis/Creative Commons)(Fonte: Dennis Jarvis/Creative Commons)

Quando foi encontrado pelos arqueólogos, Ta Prohm já estava praticamente “engolido” pela selva cambojana. Porém, os pesquisadores perceberam que ainda era possível transformar o local em um sítio arqueológico turístico.

Assim, as equipes de arqueólogos conduziram restaurações no templo que garantissem a segurança dos visitantes, mas sem retirar o aspecto de “abandono” que dá origem a tantas imagens incríveis.

4. Locação de filme

Você provavelmente se lembra desse templo se viu o filme Lara Croft: Tomb Raider, de 2001, estrelado por Angelina Jolie. O templo misterioso que a personagem explora em determinado momento do filme é o Ta Prohm.

5. Dinossauro misterioso

(Fonte: act10ng1rl/Atlas Obscura)(Fonte: act10ng1rl/Atlas Obscura)

Uma das curiosidades mais intrigantes do templo passa desapercebida diante de tanta beleza. Em uma das paredes, há uma escultura que parece representar um dinossauro. Como se sabe, os dinossauros foram extintos há milhares de anos e no século IX não existia internet, então como os escultores conheciam dinossauros?

Há diferentes teorias sobre isso. Alguns dizem que se trata de uma farsa esculpida recentemente, outros dizem que o império Khmer teria descoberto fósseis de dinossauros. Existe ainda a teoria de se tratar de uma representação de uma vaca ou rinoceronte em frente a uma palmeira, o que daria a falsa impressão de um dinossauro. No entanto, nenhuma delas tem qualquer comprovação, então o mistério continua.

6. A água foi a solução e o problema da região

(Fonte: hwinther/Getty Images)(Fonte: hwinther/Getty Images)

O sistema hídrico da região onde estão os templos de Angkor tem 1.000 km². Segundo pesquisadores, esses canais foram fundamentais para a construção dos templos, já que através deles foram transportados os aproximadamente 10 milhões de tijolos de arenito das construções.

No entanto, esses mesmos canais combinados às crises climáticas levaram a secas e inundações. Assim, o império abandonou a região e transferiu a capital para outro local, deixando o complexo templo ser “abraçado” pela selva.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.