Seja o primeiro a compartilhar

9 fotos astronômicas incríveis que parecem tiradas do espaço

A NASA faz fotos incríveis das estrelas, galáxias e nebulosas pelo universo. No entanto, a agência americana colocou telescópios viajando pelo espaço que realizam esses feitos com mais facilidade.

Miguel Claro, um astrofotógrafo português, faz todas as imagens do solo terrestre. Seu trabalho o proporcionou que se tornasse o embaixador do Observatório do Sul da Europa, além de astrofotógrafo da Reserva Dark Sky do Alqueva , o primeiro destino turístico de astronomia do mundo.

Confira algumas imagens incríveis registradas pelo fotógrafo.

1 - Nebulosa de Espaguete

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

Simeis 147 é uma estrela de nêutrons girando deixada para trás pela explosão de uma estrela está cheia de átomos condensados chamados de "massa nuclear".

2 - Cometa Neowise com bandas sincrônicas, coma verde e cauda de íon azulada

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

Enquanto os íons se separam do núcleo do cometa para criar o risco azul, a luz solar reflete as partículas de pó, que se enfraquecem a cada segundo, formando a causa desvanecente.

3 - Whirlpool Galaxy M51 imerso em um amplo campo de galáxias tênues em Canes Venatici

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

Os braços em espiral da galáxia à direita são feitos de gás de alta densidade e formam estrelas, enquanto a galáxia menor à esquerda, NGC 5195, migra há centenas de milhões de anos.

4 - NGC 1977 - Um Homem Correndo no Espaço

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

A “nebulosa do homem correndo” é formada por três corpos celestes - NGC 1973, 1975 e 1977 - que se reúnem em torno de uma silhueta roxa, feita de nuvens de poeira bloqueando a luz das estrelas.

5 - Rho Ophiuchi - uma nuvem cósmica maravilhosa

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

O sistema solar Rho Ophiuchi fica a 400 anos-luz de distância e é uma das regiões de formação de estrelas mais próximas da Terra. A nebulosa, devolve a luz das estrelas próximas, tornando as nuvens azuis, enquanto os gases energizados emitem os tons vermelhos.

6 - Árvore de Natal e nebulosa do cone em uma nuvem colorida de gás brilhante

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

À direita, apontando para o centro azul, está a Nebulosa do Cone, um funil de gás contendo estrelas em desenvolvimento. A estrela pairando fora da ponta do cone marca um canto do agrupamento triangular da Árvore de Natal.

7 - O campo empoeirado estrelado do núcleo da nossa galáxia, a Via Láctea

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

Estamos a 26.000 anos-luz do centro de nossa galáxia, o que é difícil de ver sem câmeras ou telescópios. Vários aglomerados coloridos são o Catálogo Messier, 110 objetos que são achados populares entre os astrônomos amadores .

8 - Hyades e Pleiades brilhando no colorido campo empoeirado de Touro

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

O aglomerado da extrema esquerda das Plêiades é formado por sete estrelas. O aglomerado da extrema direita Hyades fica próximo a Alpha Tauri, uma estrela 44 vezes maior que o sol.

9 - Nebulosa Cabeça de Cavalo

(Miguel Claro/Reprodução)(Miguel Claro/Reprodução)

A estrela mais brilhante nesta imagem pertence ao cinturão de Órion e à sua direita está a nuvem negra da nebulosa Cabeça de Cavalo.


Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.