13
Compartilhamentos

6 fatos científicos que se parecem mais com a ficção

Você já parou para pensar que vivemos em um mundo completamente inacreditável? Apenas o fato de respirarmos e sermos seres vivos conscientes já deveria ser motivo para levantarmos todos os dias entusiasmados pelo simples fato de estarmos acordados. Porém, isso é apenas uma "degustação" do que nós somos capazes de fazer.

A grande verdade é que a Ciência reserva uma série de descobertas que nos deixa de queixo caído diariamente, e toda hora é hora de celebrarmos esses feitos. Por isso, esse artigo falará sobre seis fatos científicos que são malucos demais para serem verdade e se parecem mais com um trabalho de ficção no cinema. Olha só!

1. Enxurrada de informações

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Nós podemos dizer que o ser humano é um dos seres vivos que mais usa o cérebro, mas nem tanto assim. Para você ter ideia, esse nosso órgão é capaz de coletar mais de 11 milhões de fragmentos de informação por segundo, mas só consegue focar em 40 deles por vez. É atenção ao detalhe que se diz, né?

2. Viagem pelo centro da Terra

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Em 2002, os brasileiros que desejaram viajar até o outro lado do mundo para acompanhar a seleção nacional ser pentacampeã de futebol na Copa do Mundo realizada no Japão tiveram que atravessar o planeta de avião para realizar tal feito, visto que essa era de longe a opção mais rápida.

Mas e se tivesse um caminho ainda mais curto? Para se ter ideia da dimensão do nosso planeta, mesmo que houvesse um buraco que nos levasse até o outro lado da superfície em queda livre, nós ainda levaríamos 42 minutos e 12 segundos para chegar lá. 

3. Peso das nuvens

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Nós temos a tendência de achar que todas as nuvens são extremamente leves e pairam no ar como grandes algodões-doces flutuantes. Porém, essa informação não é muito correta. As nuvens cúmulos, que têm contorno mais nítido, de tamanho médio, podem pesar o equivalente a 80 elefantes. Isso significa algo em torno de 320 mil toneladas. Agora elas já não parecem tão leves assim, acredito. 

4. Analgésico natural

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

O corpo humano tem superpoderes, e a prova disso é que a nossa saliva contém um analgésico e antidepressivo natural muito mais forte do que a morfina: a opiorfina. Esta é uma molécula relativamente simples e que causa menos efeitos secundários em comparação com outros analgésicos — como a dependência.

Entretanto, a aplicação desse medicamento em seres humanos dependeria de uma modificação na molécula para evitar que houvesse degradação rápida no intestino e penetração fraca da barreira que protege o cérebro de toxinas.

5. Troca de pele

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Nós costumamos ficar impressionados como outros animais na natureza trocam de pele o tempo todo, mas a verdade é que o mesmo processo está acontecendo em nosso corpo neste exato momento. Constantemente, nosso organismo substitui as células mortas por novas, e a nossa pele se renova. Sendo assim, uma pessoa troca de pele completamente cerca de 900 vezes durante uma expectativa de vida média.

6. Força descomunal

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Você faz ideia de qual seja o ser vivo mais forte do planeta? Independente de qual tenha sido a sua resposta, existem boas chances de que você tenha passado muito longe de ter acertado. Ao contrário do que muitos pensam, as criaturas mais fortes da Terra são as bactérias da gonorreia — a infecção sexualmente transmissível.

Inacreditavelmente, esses organismos conseguem levantar 100 mil vezes o peso das suas massas corporais. Para métodos de comparação, o besouro Onthophagus taurus, considerado o animal mais forte do planeta, aguenta carregar uma carga 1.141 vezes maior que o seu peso corporal. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.