Seja o primeiro a compartilhar

Tiranossauro Rex mais caro já vendido já tem local para ser exibido

O mistério sobre o paradeiro de Stan, o esqueleto de Tiranossauro Rex mais caro já vendido, foi finalmente revelado. O “rei dos dinossauros” será a grande atração do Museu de História Natural de Abu Dhabi, previsto para ser inaugurado em 2025 na segunda cidade mais populosa (depois de Dubai) dos Emirados Árabes Unidos.

O fóssil de 67 milhões de anos e 12 metros de comprimento foi desenterrado de terras privadas na Dakota do Sul, Estados Unidos, no início da década de 1990. Ele então foi abrigado pela instituição geológica Black Hills Institute até ser vendido em 2020 para um comprador anônimo, pelo valor de US$ 31,8 milhões — recorde de venda para qualquer tipo de fóssil ou criatura. 

Stan, o Tiranossauro Rex mais caro já vendido, será a grande atração do Museu de História Natural de Abu DhabiStan, o Tiranossauro Rex mais caro já vendido, será a grande atração do Museu de História Natural de Abu Dhabi.

Como seu destino até então não era conhecido, a comunidade científica expressou preocupação no caso de o espécime tão importante ter caído nas mãos de um colecionador que não tivesse interesse em fins educativos e de pesquisa. “Não poderia ser melhor. Stan vai estar em um museu e milhões de pessoas vão poder visitar, assim como cientistas terão acesso ao seu esqueleto”, comentou o paleontólogo Pete Larson à Live Science.

A nova localização dos restos de Stan foi confirmada pelo Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi. A notícia vem após uma investigação conduzida pela National Geographic visando rastrear o tiranossauro e aquecida por rumores de que ele estava indo para o Oriente Médio. Isso porque registros comerciais dos EUA mostravam o envio de uma carga de 5,6 toneladas na cifra de US$ 31.847.500 — mais de R$ 150 milhões  — para os Emirados Árabes Unidos, em maio de 2021.

O novo lar de Stan

O Museu de História Natural de Abu Dhabi terá cerca de 35 mil metros quadrados e será uma “instituição de pesquisa científica e ensino para as pessoas aprenderem mais sobre a história evolutiva de nosso planeta. [Stan] é um dos fósseis mais bem preservados e mais estudados desse predador icônico do período Cretáceo Superior. O dinossauro estará sob os cuidados de especialistas e continuará a contribuir para a educação e inspirar futuros exploradores”, diz o comunicado do departamento municipal.

Além da exposição de Stan, o local abrigará o meteorito Murchison, que contém o material mais antigo conhecido na Terra, no caso a poeira estelar de 7 bilhões de anos formada antes mesmo da origem do nosso Sol. A ideia é “conduzir os visitantes em uma viagem de 13,8 bilhões de anos através do tempo e do espaço, e incluirá uma perspectiva provocadora de pensamento em um futuro sustentável para o planeta Terra”.

“Contaremos a história do nosso universo através de alguns dos espécimes mais incríveis conhecidos pela humanidade. São presentes raros da natureza que temos orgulho de proteger e compartilhar com o mundo”, destacou Mohamed Khalifa al Mubarak, presidente do departamento, em entrevista à National Geographic.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.