Seja o primeiro a compartilhar

Por que os insetos são atraídos por luzes artificiais?

Basta uma noite quente de verão para você ver de perto uma bizarrice da natureza: atraídos pela forte iluminação dos postes de luz, insetos se acumulam em um mesmo local e vão se "suicidando" um por um no calor da lâmpada. Afinal, é como se toda aquela iluminação artificial funcionasse como uma espécie de kryptonita para tais animais.

Mas o que realmente faz criaturas como mariposas, pernilongos e moscas serem tão aficionados pela luz de abajures, postes ou qualquer iluminação artificial criada pelos seres humanos? Para solucionar o mistério dessa estúpida movimentação, nós fomos atrás de respostas. Entenda mais sobre o assunto nos próximos parágrafos!

Insetos e iluminação

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Teorias a respeito do porquê os insetos gostarem tanto de iluminações artificiais não faltam por aí. Há quem diga que as mariposas usam a lua para navegação e essas luzes se parecem com o satélite natural do nosso planeta. Outros dizem que os insetos estão tentando escapar para escuridão, mas são enganados por uma ilusão ótica chamada de Bandas de Mach — a qual diz que a borda de uma área iluminada parecerá mais escura do que o resto da escuridão.

Em 1965, um estudo levantou a louca hipótese de que essas luzes poderiam de alguma forma imitar os feromônios de acasalamento, o que faria com que um bando de mosquitos se agrupassem ao redor dela. No entanto, nenhuma dessas teorias encontrou comprovação através da ciência.

Ao que tudo indica, a solução do mistério é pode ser simples: os insetos voam para as luzes artificiais porque respostas evolutivas mais antigas estão sendo sequestradas de seus sistemas. Como as noites eram quase totalmente escuras no passado, certas espécies acabam ficando desorientadas ao encontrarem tal tipo de iluminação no momento errado do dia.

Novas informações

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Um novo documento lançado em 2023, que ainda não foi revisado por pares, tenta trazer uma visão diferente para o assunto. O artigo desenvolvido por Yash Sondhi, pesquisador da Universidade da Flórida e especialista em mariposas e sistemas sensoriais, observou insetos próximos de luzes artificiais com uma câmera de alta velocidade.

As imagens mostraram algo inesperado: mariposas e libélulas ficavam de costas para a luz o máximo possível. Com base nessas observações, os pesquisadores criaram a teoria de que alguns insetos voavam para a luz como forma de se orientar. Como tais animais não conseguem fazer isso muito bem pela gravidade, luz tende a significar "acima" e escuridão "baixo". 

Por esse motivo, quando as iluminações artificiais estão apoiadas no chão, muitos insetos tendem a virar de cabeça para baixo e cair — culminando numa inevitável morte. O estudo feito por Sondhi e seus colegas pode acabar explicando por que os insetos ficam perto das luzes quando chegam lá, mas ainda não oferece respostas sobre como esses seres vivos identificam luzes em longas distâncias ou por que algumas espécies tendem a ficar mais presas do que outras.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.