Seja o primeiro a compartilhar

Qual é o lugar mais frio do universo?

A temperatura do universo é surpreendentemente variada. Perto do Sol, por exemplo, ela pode ultrapassar os 15 milhões de graus Celsius. Porém, a 4,5 bilhões de quilômetros dali — uma distância insignificante na escala do universo —, em Netuno, a temperatura média é de 223 °C negativos.

Existe uma série de fatores que influenciam nos climas pelo universo. Mas, será que existe algum lugar onde nenhuma fonte de calor consegue atingir? O zero absoluto (0 K, ou -273,16°C) representa um limite teórico para quão frias as coisas podem ficar. E, na prática, qual é o lugar mais frio no universo?

Quase zero absoluto

(Fonte: Warner Bros. Entertainment/Reprodução)(Fonte: Warner Bros. Entertainment/Reprodução)

No planeta Terra, a temperatura natural mais baixa já registrada foi de -89,2 °C, na Antártida. Esse é um valor consideravelmente superior aos -273 °C, obtidos artificialmente por pesquisadores da Universidade de Rice, nos Estados Unidos, e da Universidade de Kyoto, no Japão. Para conseguir chegar a esse valor impressionante, eles utilizaram resfriamento a laser seguido de expansão.

A temperatura registrada está apenas um bilionésimo de grau acima do zero absoluto, quando o movimento dos átomos de um elemento cessa por completo. Ou seja, oficialmente, a temperatura mais baixa do universo foi registrada aqui na Terra. Mas, considerando que não se trata de um evento natural e que um elemento químico não é exatamente um lugar, este feito fica de fora da disputa.

A Nebulosa Bumerangue

Imagem da Nebulosa Bumerangue registrada pelo Telescópio Espacial Hubble. (Fonte: NASA/ESA/Reprodução)Imagem da Nebulosa Bumerangue registrada pelo Telescópio Espacial Hubble. (Fonte: NASA/ESA/Reprodução)

Faz muitas décadas que os astrônomos já sabem que após o Big Bang, que deu origem a um universo superaquecido, o resfriamento ocorreu de maneira diferente. Porém, a energia deixada pela explosão original forneceu a radiação cósmica de fundo, que estabelece um limite de 2,7 K (-270,45 °C). Esse valor segue diminuindo muito lentamente conforme o universo envelhece.

Até 1995, acreditava-se que essa era a temperatura natural mais baixa que poderia existir. Porém, com a descoberta da Nebulosa Bumerangue, foi verificado um padrão estranho que permitiu com que ela se tornasse ainda mais fria, com uma temperatura de apenas 1 K (-272,15 °C).

Embora a temperatura da Bumerangue já tenha sido confirmada por vários estudos, ainda não se sabe exatamente como ela é possível. Até o momento, o que se sabe é que a interação gravitacional entre a estrela que produziu a nebulosa e outra, descoberta em 2017, pode estar impulsionando a expansão dos gases da região. É muito provável que a explicação possua outros fatores, mas, por enquanto, esta teoria ainda não foi refutada.

É bastante provável que existam outros lugares tão frios quanto — ou até mais —, considerando que a Nebulosa Bumerangue está a apenas 5 mil anos-luz da Terra. Desde 1949, cientistas já preveem a existência de temperaturas abaixo do zero absoluto. Porém, até o momento, a única certeza é que se você pudesse conhecer o lugar com a menor temperatura natural já registrada, a Nebulosa Bumerangue seria o seu destino.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.