Seja o primeiro a compartilhar

Café ou chá: qual possui mais cafeína?

A escolha entre chá e café é uma decisão que muitos enfrentam diariamente. Enquanto alguns buscam o sabor único de um chá bem preparado, outros procuram o impulso energético do café. A questão que frequentemente surge é: afinal, qual dessas bebidas contém mais cafeína? A resposta não é tão simples quanto parece e depende de vários fatores, desde o método de preparo até o tipo específico de cada bebida.

O que é cafeína?

Molécula da cafeína. (Fonte: Getty Images/Reprodução)Molécula da cafeína. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

A cafeína, molécula presente tanto no chá quanto no café, atua como estimulante, interferindo no processo natural de produção de adenosina pelo cérebro. Ao imitar a adenosina e ocupar seus receptores, a cafeína nos faz sentir menos cansados, proporcionando o tão desejado impulso de energia. Compreender a ciência por trás desse processo revela que a disputa entre chá e café pela supremacia da cafeína não é apenas uma questão de quantidade, mas também de como essas bebidas interagem com nosso organismo.

Um estudo conduzido pela Universidade de Zagreb comparou o teor de cafeína dos ingredientes de cada bebida e descobriu que as folhas de chá têm um teor de cafeína de 3,5%, enquanto os grãos de café têm apenas 1,1 a 2,2%. Isso pode levar muitas pessoas a acreditarem que o chá é mais cafeinado do que o café, mas a verdade está nos detalhes.

Quanta cafeína o chá contém?

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Há mais de mil tipos de chás, no entanto, a maioria pode ser categorizada como chá verde, chá preto ou chá branco. Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade da Flórida, que analisou 20 produtos comerciais de chá, descobriu que o teor de cafeína variava significativamente, indo de 14 a 61 miligramas por porção pronta para consumo. Não foi encontrada uma associação clara entre a concentração de cafeína e o tipo de chá.

Quanta cafeína o café contém?

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Por outro lado, o café, conhecido por sua capacidade de proporcionar vigor instantâneo, possui um teor de cafeína que varia conforme o tipo e tamanho da bebida. Desde expressos duplos, que podem conter de 60 a 100 miligramas, até a xícara média, que varia de 65 a 120 miligramas, o café oferece uma ampla gama de opções para aqueles que buscam estimulação. Essa variação ressalta a importância de entender o tipo de café consumido ao avaliar a ingestão total de cafeína.

Podemos concluir que o teor de cafeína nos ingredientes crus favorece as folhas de chá, mas o processo de extração dilui essa concentração, resultando em uma bebida comparativamente menos cafeinada. Por outro lado, o café, com sua variedade de métodos de preparo, oferece opções para aqueles que buscam a combinação perfeita de sabor e energia. Em última análise, a escolha entre chá e café depende de suas preferências individuais e da dose desejada de cafeína para impulsionar o seu dia.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.