Seja o primeiro a compartilhar

Mata Atlântica: 5 fatos importantes sobre o bioma mais ameaçado do país

Presente em uma grande extensão do território nacional, embora atualmente fragmentada em diversos estados, passando do litoral a porções mais interioranas do país, a Mata Atlântica possui um papel importantíssimo para o meio ambiente. E embora o seu dia seja comemorado em 27 de maio, ela merece ser lembrada todos os dias.

1. A mata Atlântica Ocupa 17 estados brasileiros

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

A Mata Atlântica está presente em 17 das 27 unidades da Federação, são elas: Alagoas, Ceará, Piauí, Sergipe, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Este bioma ocupava uma área superior a 1,3 milhões de km² originalmente. No território brasileiro, ele perde em tamanho apenas para a Floresta Amazônica, o que nos leva ao próximo fato.

2. Menos de 10% da cobertura original da Mata Atlântica existe atualmente

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

A ação humana, potencializada pelo processo de urbanização das cidades e o avanço do desmatamento, diminuiu significativamente a área da Mata Atlântica. Fragmentada em diversos pontos do país, sua cobertura original se reduziu a menos de 10% do total no decorrer dos anos.

Por si só, este seria um fato alarmante, mas um novo estudo publicado na revista Science no último dia 11 trouxe mais um dado: mais de 80% das espécies de árvores exclusivas deste bioma estão ameaçadas de extinção.

3. A mata atlântica abriga mais de 20 mil espécies vegetais

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Por se tratar de uma formação vegetal heterogênea, a variedade encontrada na Mata Atlântica é superior a de muitas outras florestas, sobretudo das que não possuem essa característica, por serem homogêneas.

Na extensão da Mata Atlântica podem ser encontradas mais de 20 mil espécies vegetais. Na América do Norte, por exemplo, há 17 mil espécies vegetais. Na Europa, por sua vez, o contraste permanece, já que há 12,5 mil espécies por lá.

Ainda vale destacar que 72% dos brasileiros vivem dentro dos seus limites, numa região que, sozinha, concentra cerca de 80% do PIB nacional.

4. Fauna da Mata Atlântica, uma riqueza nacional

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Assim como a flora, a fauna da Mata Atlântica também é expressiva, embora seja diretamente impactada pelo declínio da vegetação. Estima-se que existam 850 espécies de aves, 370 de anfíbios, 350 de peixes, 270 de mamíferos e 200 de répteis.

Dentre eles, há animais bastante famosos no seu interior, como o mico-leão-dourado, que quase foi extinto e se tornou um símbolo da biodiversidade.

5. A Mata Atlântica foi reconhecida como patrimônio nacional brasileiro

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

O reconhecimento da Mata Atlântica como patrimônio nacional brasileiro está expresso na própria Constituição Federal Brasileira que, em seu artigo 225, estabelece a criação de leis que "assegurem a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos naturais".

Em suma, tal tipo de medida se mostra importante tanto para promover o reconhecimento de uma formação vegetal rica e, na mesma medida, reprimir a exploração ilegal de espécies vegetais e animais.

Mas para exercer efeito, é necessário não só que haja formas de aplicar o previsto em legislação, mas também que a sociedade na totalidade caminhe na mesma direção, cobrando medidas que colaborem com a preservação do bioma, afinal, mais de 145 milhões de brasileiros residem dentro da Mata Atlântica.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.