Seja o primeiro a compartilhar

A incrível história dos ursinhos de goma Haribo

Já comeu as balinhas de goma em formato de ursinho da marca Haribo? Pois saiba que você degustou o produto de uma empresa que está prestes de completar 100 anos. E sua história começa longe daqui, na Alemanha.

Em 1920, um confeiteiro alemão chamado Hans Riegel Sr. resolveu começar a sua própria empresa de doces. Ele a chamou de Haribo — palavra que é uma abreviação do seu nome, Hans Riegel, e de sua cidade natal, Bonn. Riegel iniciou a empresa de uma forma bem modesta: tinha uma cozinha pequena, uma panela de cobre, um rolo e um fogão. Sua única funcionária era sua esposa, Gertrud.

Os ursinhos dançantes da Haribo

(Fonte: Haribo)(Fonte: Haribo)

As balas da época eram normalmente duras. Por isso, Riegel resolveu tentar algo diferente e fazer uma bala macia. Em 1922, ele criou um protótipo de bala de goma e o chamou de Dancing Bears (ou Tanzbären em alemão). O nome era uma referência aos ursos dançantes reais que eram bem comuns em festivais europeus e que faziam muito sucesso entre as crianças.

Ao longo das décadas seguintes, Hans Riegel foi testando e adaptando a fórmula de seus doces. Em 1960, ele lançou um novo tipo de produto e o chamou de Goldbears (Goldbären na Alemanha), que vinham em uma embalagem dourada. Era uma versão menor da bala original e era vendida em quantidades, dentro de um pacotinho, com diferentes sabores.

Os Goldbären da Haribo começaram então a fazer sucesso no mundo inteiro. Diferente de outros doces populares (como balas de arroz, no Japão, ou de amido de milho, na Turquia), os ursinhos eram fabricados com goma de acácia arábica, e se tornaram populares entre as crianças espalhadas em diferentes países.

A história do doce e a concorrência com outras marcas

(Fonte: Adnews)(Fonte: Adnews)

Mesmo que as balas de goma da Haribo façam muito sucesso, vale lembrar que não foi Hans Riegel que inventou este tipo de doce à base de gelatina.

Susan Benjamin, que estuda a história dos doces, afirma haver doces anteriores (feitos de geleia de frutas preservadas com pectina ou amido) que inspiraram Riegel para criar sua fórmula. Sua grande sacada foi elaborar o formato de ursinho, que era muito afetivo para as crianças.

A Haribo, aliás, sempre teve concorrência. Ainda nos anos 1920, os doces da marca disputavam o mercado com a Chuckles, uma bala de goma coberta de açúcar criada pelo americano Fred Amend, e com as Jujubes, outra bala de goma bem popular. 

No entanto, a Haribo tinha alguma vantagem por conta do espírito empreendedor do seu dono, que investia em novos sabores, no formato e na criação de texturas que fossem atraentes aos consumidores.

Em poucos anos, a Haribo cresceu muito. Em 1925, criou novos doces (como o Schwarzbär, um urso preto feito de alcaçuz). Na década de 1930, a empresa já empregava 400 funcionários.

Cem anos depois, a Haribo mantém 15 fábricas em 10 países europeus, com cerca de 7 mil trabalhadores no total. Além disso, está presente em 22 países, incluindo o Brasil: em 2016, inaugurou uma fábrica em Bauru, no interior de São Paulo. É a primeira fabricante da marca aberta fora da Europa.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.