Próxima parada: Eslováquia — viaje conosco pela terra de castelos incríveis
51
Compartilhamentos

Próxima parada: Eslováquia — viaje conosco pela terra de castelos incríveis

Último Vídeo

Conforme contamos para você no “Próxima Parada” dedicado à República Tcheca, a Eslováquia fazia parte da então Tchecoslováquia e se tornou independente após a sua dissolução em janeiro de 1993. No entanto, o território eslovaco se deu bem com essa divisão, pois acabou ficando com a maior parte dos castelos da região. Além disso, o país abriga inúmeras reservas naturais e florestas bem preservadas, assim como paisagens e montanhas de tirar o fôlego.

O pequeno tamanho do país é, sem dúvida, um de seus principais atrativos e, apesar do passado comunista — que deixou marcas profundas —, a Eslováquia sempre foi meio internacional, servindo de “lar” para os antigos romanos, húngaros, austríacos, alemães, turcos, tchecos, judeus e ciganos no decorrer de sua longa História.

Pequeno e surpreendente

A Eslováquia conquistou sua independência há cerca de 20 anos, e conta com uma área territorial total de pouco mais de 49 mil quilômetros quadrados — o que significa que o país é um pouco maior do que o Estado do Espírito Santo. A nação está situada na região central da Europa, e faz fronteira com a Ucrânia, Polônia, Hungria, República Tcheca e Áustria.

Sua população é de pouco menos de 5,5 milhões de habitantes, sendo que cerca de 440 mil vivem em Bratislava, a maior cidade e capital do país. Aliás, é por lá que vamos começar a nossa viagem. Preparado para embarcar conosco e conhecer melhor esta belíssima e surpreendente terra?

Perambulando pela capital

Bratislava, como já mencionamos, é a capital do país e, apesar de ter certo “ar” rural, oferece várias atrações para os visitantes. Suas ruazinhas animadas e ziguezagueantes abrigam uma vasta diversidade de cafés, restaurantes, bares e lojas, assim como palacetes, igrejas e museus. A região onde a cidade se situa começou a ser ocupada por volta de 5000 a.C. — ou seja, durante o neolítico! —, o que significa que sua História é mais antiga do que a de Praga ou Budapest.

O Staré Mesto — bairro antigo — fica às margens do Danúbio, e é lá que se encontra a Michalská brána a veža, antiga porta de entrada para a cidade que hoje abriga um museu militar. Ainda nessa área da cidade, é possível visitar palacetes barrocos e o belo Palácio Mirbach em estilo rococó, assim como as praças Hlavné e Františkánske námestie, repletas de restaurantes, cafés requintados e bares — alguns deles instalados no subsolo da cidade.

A diversão continua

Se você gosta da sensação de viajar no tempo, faças as malas e percorra o interior do país! Nele você encontrará diversos vilarejos medievais nos quais alguns dialetos e costumes tradicionais sobreviveram à passagem dos séculos, como é o caso de Bardejov, onde as principais atrações são a Basílica de São Egídio, construída entre 1460 e 1510, e o Museu Šariš, que se encontra entre os edifícios medievais alinhados ao longo da praça central da cidade.

Outro exemplo é Košice — com sua Catedral de St. Elizabeth, construída no século 14 —, e a cidade medieval de Banksá Štiavnica que, no século 16, se tornou renomada na Europa por sua belíssima arquitetura. Joias dessa época que ainda podem ser visitadas são Kalvária, que consiste em um complexo de 23 edifícios religiosos em estilo barroco, e os Castelos Velho e Novo, construídos com 5 anos de intervalo um do outro e que hoje abrigam exibições históricas.

Mais um local imperdível é Levoca, que foi fundada no século 13 e consta na lista de Patrimônios da Humanidade da UNESCO por suas antigas fortificações incrivelmente bem preservadas. Além de visitar as belas igrejas de St. Jacob (construída entre os séculos 15 e 16) e de Mariánska Hora (onde anualmente ocorre a maior peregrinação católica do país), a cerca de 30 km da cidade você encontrará o imperdível e espetacular Castelo Spiš.

Construído no século 13, ele faz parte de um vasto complexo de ruínas localizadas sobre coroando a cidade de Spišské Podhradie, e é um dos maiores do centro da Europa. Uma de suas principais atrações é a torre central — que oferece belíssimas vistas panorâmicas da região — e, durante o verão, visitas noturnas e festivais culturais são organizados no interior das muralhas da fortificação.

Aliás, embora o Castelo Spiš seja o mais famoso do país, se você curte fortificações e castelos medievais, a Eslováquia oferece uma enorme variedade para todos os gostos, conforme você pode conferir com os exemplos que reunimos na galeria a seguir:

Natureza

Para aqueles que gostam de estar em contato com a natureza e curtem atividades ao ar livre, a Eslováquia também conta com diversas reservas e parques naturais, como o Parque Nacional Slovenský Raj. Nele, os visitantes podem percorrer inúmeras trilhas — com diferentes graus de dificuldade — e visitar um mosteiro do século 13 que se encontra no interior da área.

No entanto, apesar das incontáveis paisagens naturais que existem pela Eslováquia — reunimos algumas na galeria abaixo! —os majestosos e mundialmente famosos Montes Tatras, que marcam a fronteira do país com a Polônia, são os preferidos dos turistas. Veja algumas imagens desses deslumbrantes locais abaixo e comprove com os seus próprios olhos:

Quando bater a fome

Bryndzové Halušky

Apesar de a culinária eslovaca não ser a mais famosa do mundo, os turistas que viajam ao país costumam se surpreender positivamente. A gastronomia é bem rica e, como muitos dos pratos tradicionais surgiram em vilarejos, as opções variam conforme a região. Contudo, os principais ingredientes base são os laticínios — como leite, queijos e manteiga —, as batatas e a carne de porco.

Vyprážaný syr

Um dos pratos mais conhecidos é o bryndzové halušky, que consiste em macarrão ou pequenos bolinhos feitos de batata e queijo de ovelha, acompanhados com bacon e linguiça. O cesnacka — uma sopa de alho com queijo derretido e pedacinhos de pão torrado — também é uma boa pedida, e superindicado para curar a ressaca. Outra opção interessante é o vyprážaný syr, que consiste em uma fatia de queijo Gouda ou Edam empanada servida com fritas.

Treska

Para os que preferem comidinhas mais leves, a treska — uma maionese feita com vegetais e bacalhau — é uma boa opção, e com respeito aos doces, o koláce — que consiste em um bolinho recheado com queijo e coberto com frutas — é um dos mais populares.

Bebidas regionais

Por toda Eslováquia é possível encontrar uma grande seleção de cervejarias artesanais que produzem cervejas de excelente qualidade, portanto, não tenha medo de experimentar. Além disso, o borovicka e o slivovica — uma espécie de gim bem forte e um conhaque feito à base de ameixas, respectivamente — são famosas bebidas regionais que os visitantes não devem deixar de bebericar.

Já para os amantes de vinho, vale destacar que a Eslováquia conta com uma tradição de quase um milênio produzindo a bebida, e existem 40 tipos de uvas sendo cultivadas atualmente no país. Os vinhos produzidos na região de Tokaj e os espumantes dos arredores de Bratislava são muito apreciados pela população, e inclusive existem tours especializados em levar os turistas até as vinícolas mais famosas que se encontram espalhadas por toda Eslováquia.

Mais curiosidades:

  • O nome oficial do país é República Eslovaca, que no idioma oficial se escreve Slovenská Republika;
  • Bratislava é a única capital que faz fronteira com dois países independentes, a Áustria ao oeste e a Hungria ao sul;

Castelo Spiš

  • A Eslováquia foi o segundo país do antigo bloco comunista a adotar o euro como moeda;
  • O idioma oficial é o eslovaco, embora o húngaro, a língua rutena, o romani e outros dialetos também sejam falados pelo país;

Cidade Velha de Berdejov

  • A maioria dos turistas que visitam o país vem da Polônia, República Tcheca e Alemanha, e a capital — Bratislava — fica a apenas 1 hora de viagem da Áustria;
  • As eslovacas são as mulheres que se casam mais cedo na União Europeia, aos 24 anos de idade em média;

Montes Tatras

  • Segundo um estudo genético realizado em 2009, os eslovacos contam com a maior proporção de genes ciganos da Europa;
  • De acordo com o Índice de Satisfação com a Vida, um levantamento feito em 2005 apontou que a população eslovaca é uma das mais descontentes do mundo — ocupando a 129ª posição no ranking;

Castelo Spiš

  • Um dos personagens históricos mais interessantes do país foi um nobre chamado Móric Benovský que, durante a sua vida — 1746 a 1786 —, arrumou tempo para ser aventureiro, explorador, colonizador, enxadrista, coronel do Exército Francês, comandante do Polonês, soldado do Exército Austríaco e, como se não bastasse, ainda foi eleito Rei de Madagascar pelos nativos da ilha em 1776!

Adriana Karembeu

  • Entre os eslovacos mais conhecidos, podemos mencionar a modelo Adriana Sklenaríková — hoje chamada Adriana Karembeu —, famosa pelas campanhas da marca de lingerie Wonderbra, a jogadora de tênis Martina Hingis, Štefan Banic, inventor do primeiro paraquedas que entrou ativamente em uso e, de certa forma, Andy Warhol, cujos pais eram de Miková, cidade localizada no noroeste do país.
Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.