Conheça os desenhos à lápis hiper-realistas de Emanuele Dascanio

Conheça os desenhos à lápis hiper-realistas de Emanuele Dascanio

Último Vídeo

Emanuele Dascanio é um desenhista hiper-realista, cujas obras-primas de grafite podem facilmente se passar por fotografias de alta resolução em preto e branco. O italiano de 37 anos gasta de 12 a 14 horas por dia para chegar ao nível de detalhe que esses desenhos possuem. 

Nascido em Garbagnate Milanese, em Milão, Emanuele já é considerado um dos artistas mais brilhantes dessa geração. Descobriu seu talento aos 18 anos e se formou em 2003 na Escola de Artes Lucio Fontana, em Arese na Itália. 


Em 2007, o italiano conheceu seu mentor Giancarlo Corona, pintor muito prestigiado. "Gianluca Corona me ensinou a conectar o braço e a mente com o coração, e que sem essa trindade e intercomunicação, nenhuma obra de arte verdadeira pode surgir”, disse o desenhista em uma entrevista para a DrawPj.


Desde então, ele vem recebendo inúmeros prêmios por suas obras, que são expostas em galerias de arte ao redor do planeta. Seus desenhos hiper-realistas também são muito procurados e prestigiados entre colecionadores de arte.

“A noite não existe” - Carvão e Grafite sobre papel -60 x 40 cm - 2017 

O desenhista ainda contou um pouco sobre o desenvolvimento de suas obras. Emanuele utiliza dois tipos de processo criativo: no primeiro é desenvolvido um conceito e um desenho para expressá-lo e o segundo é mais intuitivo, de forma que o desenho já existe nele e só depois é capturado um significado.


Ao comentar sobre suas referências, ele enfatiza: "É preciso compreender que meus trabalhos não são como retratos comuns, mas como figuras alegóricas ou símbolos não convencionais que surgem da minha intuição ou subconsciente."

Quando questionado sobre os próximos passos e metas de sua carreira, Emanuele respondeu que pretende produzir obras cada vez mais importantes e significativas. "Só isso. O sucesso não é o fim, é no máximo a metade", conclui ele.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.