O que é dança? A origem e a trajetória dessa arte

Conhecida pela liberdade e pela harmonia, a dança é uma expressão artística que evoluiu através dos séculos. No Ocidente e no Oriente, toda a história humana é marcada pela "música do corpo". Mas, afinal, como essa arte surgiu? E como ela se apresenta em cada período da humanidade?

O Mega Curioso convida você a conhecer um pouco sobre a história da dança no mundo. Confira abaixo!

Os primeiros passos da dança

Petroglyph, Pinturas Rupestres, Arte Da Caverna
(Fonte: Pixabay)

Os primeiros registros sobre a prática da dança são encontrados na arte rupestre, geralmente associados ao cotidiano das caçadas. Isso leva a crer que a dança era ritualística e tinha a finalidade de ajudar a alcançar maior sucesso na empreitada.

No Egito, por volta de 2 mil a.C, a dança em grupo fazia parte das cerimônias religiosas politeístas, quando pediam por fartura, fertilidade, chuva ou sol. Na Grécia, foi muito difundida durante as Olimpíadas. E, na Roma Antiga, ela homenageava o deus Baco (deus do vinho) durante festas e os chamados "bacanais". 

Movimentos recentes

Emocionais, Casal, Tango, Dança, Argentina
(Fonte: Pixabay)

Já no período Renascentista, a dança evoluiu para o teatro, agregando cenários, músicas e figurinos que valorizavam o espetáculo. Essa é a origem do balé, que rapidamente se estendeu para vários países. Em meados do século XIX, surge a dança moderna, cuja expressão traz mais liberdade ao dançarino e lhe possibilita mais movimentos e improvisações durante a apresentação.

Durante a década de 1960, ocorre mais uma transformação: provocativa e inovadora, a dança contemporânea traduz uma sociedade em movimento. A performance é mais livre e sem o rigor do balé. Sujeito e espectador se comunicam mais intensamente através da arte.

A dança no Brasil


(Fonte: Prefeitura de Prado, Bahia/divulgação)

Relatos de padres jesuítas vindos ao Brasil no século XVI já mencionavam a dança dos indígenas. Ela celebrava ritos de passagem dos jovens, celebrações fúnebres, cerimônias para afastar doenças e diversas festividades da aldeia.

Com os imigrantes, o Brasil recebe influências africana, árabe e europeia. E não mais parou de importar ritmos. A cada dia surgem novos passos, pois, em termos de criatividade, a população brasileira é campeã.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.