01
Compartilhamento

10 filmes em domínio público que você pode assistir em qualquer lugar

Uma das principais razões para os cinemas cobrarem ingressos, os streamings cobrarem taxas de mensalidade e nós não podermos ver qualquer filme de graça são os direitos autorais: eles servem para proteger os artistas e garantir que eles recebam o que é devido por seu trabalho.

Mas há filmes que ficaram disponíveis gratuitamente por aí porque caíram em domínio público. Isso significa que os direitos autorais já "caducaram" e agora é permitido reproduzir a obra em qualquer lugar. Dá para publicar no YouTube ou qualquer outro serviço, sem que isso seja um caso de pirataria. As leis podem variar em cada país, mas de acordo com a lei norte-americana — onde fica Hollywood —, toda obra sem marcas de copyright, que tenha sido lançada há mais de 95 anos ou cujos realizadores tenham falecido há mais de 70 cai em domínio público. 

Isso vale também para outros tipos de conteúdo artístico, mas aqui vamos focar nos filmes: estima-se que há mais de 2 mil deles já em domínio público. A maioria são obras bem antigas, mas há alguns casos curiosos. A seguir, destacamos 10 que vale a pena conferir.

1. Nosferatu (1922)

Imagem: Wikimedia CommonsImagem: Wikimedia Commons

Esse filme completa um século no ano que vem e se tornou uma das obras mais influentes da história do cinema, inspirando todo o gênero do terror. Além disso, o visual do expressionismo alemão influenciou uma infinidade de diretores no mundo todo, de Hitchcock a Tim Burton. Os 94 minutos de Nosferatu podem ser vistos, com intertítulos (afinal, é um filme mudo) em inglês na página sobre a obra na Wikipedia.

2. O Gabinete do Dr. Caligari (1920)

Outra obra-prima do expressionismo alemão que está inteirinha na internet, em domínio público, é O Gabinete do Dr. Caligari. Lançado ainda antes de Nosferatu, esse filme é tido como o mais importante do gênero.

3. Viagem à Lua (1902)


Mais um entre os filmes mais importantes da história, Viagem à Lua de Georges Méliès foi uma das primeiras obras-primas do cinema, com uma grande produção, antes mesmo de Hollywood sonhar em existir. O filme é bem curto (13 minutos) e está postado em vários links do YouTube.

4. My Man Godfrey

Esse filme é uma comédia maluca (screwball comedy), gênero muito popular nos anos 1930, nos Estados Unidos, onde um acontecimento no início do filme levava uma série de confusões, com final romântico. Em My Man Godfrey, que caiu em domínio público, a bela Carole Lombard vive uma socialite excêntrica que contrata um mendigo como mordomo e se apaixona por ele.

5. Nasce Uma Estrela (1937)

Quando mencionamos Nasce Uma Estrela, não estamos falando do blockbuster com Lady Gaga e Bradley Cooper — mas sim da primeira versão da história, feita em 1937, com Janet Gaynor. O filme fez bastante sucesso na época, foi indicado aos Oscars e tem 100% de avaliações positivas no Rotten Tomatoes. 

Contudo, ele caiu em domínio público já nos anos 1960, já que a Warner Bros. comprou seus direitos apenas para fazer outra versão — lançada em 1954, com Judy Garland. Depois disso, o estúdio não se importou em renovar os copyrights e a obra está inteira disponível de graça.

6. Plano 9 do Espaço Sideral (1958)

No item anterior, nós falamos sobre um filme muito bom, agora vamos falar sobre um muito ruim — na verdade, considerado um dos piores filmes já feitos. Plano 9 é uma ficção científica, com aliens que vem ressuscitar os mortos da Terra (oi?), porém o baixo orçamento resultou em qualidade técnica baixíssima. 

Para piorar, há vários erros de direção e edição, como microfones aparecendo e cenas com um ator já morto — que tinham sido gravadas para outro filme, mas o diretor Ed Wood quis utilizar mesmo assim. Ed se tornou tão conhecido por ser ruim que até ganhou uma cinebiografia em 1994, por Tim Burton. Esta, ironicamente, ganhou um Oscar. 

7. Limite (1931)

Também há produções brasileiras na lista de filmes que caíram em domínio público: Limite, de Mário Peixoto, é considerado um dos melhores já realizados em nosso país. Um filme mudo de duas horas de duração, com pegada experimental, não é para todo mundo... Mas a vale a pena conferir um dos melhores (e mais antigos) filmes do Brasil. Outro clássico nacional, da mesma época, que também está em domínio público é Ganga Bruta

8. Rashomon (1950)

Rashomon HD from THE HAWK HUB on Vimeo.

Depois de um dos melhores filmes brasileiros, vamos para um dos melhores filmes japoneses da história: Rashomon é uma das obras-primas de Akira Kurosawa, reverenciado no mundo todo por sua genialidade. Em pouco menos de 90 minutos, ele conta a história de um crime pela visão dos vários envolvidos. 

Embora Kurosawa tenha falecido apenas em 1998, o filme já caiu em domínio público porque as leis japonesas são diferentes: todo filme produzido antes de 1953 fica livre de copyrights.

9. A Noite dos Mortos-Vivos (1968)

O filme mais recente dessa lista, A Noite dos Mortos-Vivos é um dos filmes de terror mais aclamados da história, ajudando a criar subgênero de filmes de zumbi

É uma produção independente — uma das primeiras a fazer sucesso, com faturamento 250 vezes superior ao seu orçamento —, mas que caiu em domínio público por uma derrapada dos distribuidores: a lei de direitos autorais dos EUA, naquela época, exigia que o filme tivesse uma marca de copyright. Quando o filme mudou de título (o original era Night of the Flesh Eaters em vez de Night of the Living Dead) a equipe esqueceu de colocar a marca junto ao título novo.

10. Charada (1963)

Essa produção de 1963 tem o charmoso Cary Grant e a lindíssima Audrey Hepburn nos papéis principais, em um filme que mistura comédia, romance e mistério. Há quem diga que esse é o melhor filme de Hitchcock que Hitchcock não fez. Mas ele caiu em domínio público por uma cagada do estúdio, assim como o item anterior.

Eles até colocaram um aviso "ALL RIGHTS RESERVED" e o nome do estúdio (Universal), mas se esqueceram da palavra "copyright" ou do símbolo ©. Pela lei dos EUA, na época, isso significou que os realizadores já não tinham nenhum direito sobre Charada, logo após o lançamento. 

Eu confesso que o meu favorito dessa lista é justamente o último: o filme não tem nada de mais, mas a ambientação em Paris e o casal Grant/Hepburn é muito bom de assistir. E você, gosta de algum desses 10 filmes que caíram em domínio público? Deixe seu comentário!

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.