Seja o primeiro a compartilhar

Por que São Pedro é considerado o primeiro Papa?

“Tu és pedra e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”. Esta foi a frase supostamente dita por Jesus Cristo a Pedro, transformando-o no primeiro líder do culto que se tornaria a Igreja Católica Apostólica Romana.

Contudo, essa história é muito mais complexa do que esse diálogo sugere. Pedro não foi só um apóstolo de Cristo, ele também foi um importante líder religioso, fundamental para organizar o cristianismo em seus primeiros anos. Anos, aliás, muito perigosos para quem era cristão.

Como era a vida de Pedro antes de conhecer Jesus?

Domínio Público(Fonte: Domínio Público)

A principal fonte de informação sobre Pedro é a Bíblia. Isso porque Pedro é o apóstolo mais citado nos evangelhos.

Em primeiro lugar, o nome de batismo de Pedro era Sião. Ele foi um pescador que nasceu em Betsaida, às margens do lago de Genesaré, também conhecido como mar da Galileia, no norte de Israel.

Quando adulto, morou em Cafarnaum, também às margens de Genesaré. Pedro era casado, mas pouco se sabe sobre sua esposa. A única citação sobre ela está no trecho bíblico que conta que sua sogra foi curada por Jesus.

Como Pedro conheceu Jesus?

Basílica de São Pedro, em Roma. Imagem: ShutterstockBasílica de São Pedro, em Roma. (Fonte: Shutterstock)

André era irmão de Pedro. Ele também era pescador e os dois dividiam o barco que usavam para pescar no lago de Genesaré. Foi André quem apresentou Jesus a Pedro.

Naquele tempo, Jesus já amontoava dezenas de pessoas para ouvi-lo. Foi para pregar para uma dessas multidões que Jesus foi ao encontro de Pedro, pois ele precisava do barco desse pescador emprestado.

No mesmo dia, Pedro, acompanhado de Tiago e João, havia tido uma péssima pescaria. Após terminar a pregação, Cristo teria dito para que eles lançassem as redes novamente sobre o lago. Elas se encheram de peixes, nesse episódio descrito como mais um dos milagres de Jesus.

Foi então que Cristo teria dito a Pedro a famosa frase: “Tu és pedra e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”.

Pesquisadores ouvidos pela BBC Brasil esclarecem que Pedro não tinha um perfil religioso. Era um homem de personalidade forte e um líder natural. Sendo assim, sua liderança em relação aos cristãos, após a crucificação, teria se dado naturalmente.

Pedro foi o primeiro papa?

Pode parecer meio estranho comparar o apóstolo Pedro à figura do Papa Francisco, por exemplo. Por isso, é importante contextualizar a história de Pedro para entender o porquê de ele ser considerado o primeiro líder da Igreja Católica.

Jesus disse que Pedro era a pedra sob a qual a sua igreja seria edificada. Com o passar do tempo, os outros apóstolos reconheciam a liderança natural de Pedro — tanto é que João, mesmo tendo chegado primeiro ao sepulcro onde estaria o corpo de Cristo, esperou Pedro chegar para que ele entrasse primeiro.

Além disso, Pedro morreu como um mártir. Historiadores ouvidos pela BBC, dizem que ele provavelmente morreu em um dos circos do imperador romano Nero, famoso por perseguir os cristãos.

Aliás, esses estudiosos afirmam que já há consenso de que a sepultura do apóstolo está em Roma.

Contudo, a liderança de Pedro não era igual a dos outros papas. Primeiro porque o trabalho de evangelização formava líderes em várias comunidades — e todos eram chamados de “pappas”, que significa “pai” em latim.

Portanto, a Igreja Católica Romana considera Pedro o primeiro papa pelo seu martírio, mas também pela sua história enquanto membro dos primeiros anos do cristianismo.

É por isso que todos os papas a partir de Damásio I (305-384) usam o anel do pescador, simbolizando a importância de Pedro para a Igreja.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.