Seja o primeiro a compartilhar

Vasos da Grécia Antiga são encontrados em trincheiras na Ucrânia

Soldados ucranianos encontraram antigos vasos gregos, datados de cerca de 2.500 anos, enquanto escavavam trincheiras na cidade de Odessa. A descoberta feita no início do mês foi compartilhada pela 126ª Defesa Territorial da Ucrânia no Facebook, com a identificação de fragmentos de cerâmica juntamente com os artefatos que, na Antiguidade, continham vinho ou grãos.

Por conta da guerra com a Rússia, arqueólogos não puderam ir até o local para avaliar o provável sítio. No entanto, as peças que estão em excelentes condições, devem ser estudadas em breve, pois foram encaminhadas para o Museu Arqueológico de Odessa.

Soldados ucranianos encontraram antigos vasos gregos enquanto escavavam trincheiras em OdessaSoldados ucranianos encontraram antigos vasos gregos enquanto escavavam trincheiras em Odessa

Tais vasos encontrados também são conhecidos como ânforas, criados a partir de uma variedade de formas e tamanhos. Esses recipientes de barro surgiram na Idade do Bronze, há mais de 3 mil anos, e se tornaram o principal meio para o armazenamento e transporte de mercadorias, em especial nas civilizações do Mediterrâneo.

Dentre os povos que usaram as ânforas estão, em adição aos gregos, os egípcios, romanos e bizantinos. Além de armazenar vinho e grãos, as peças de também valor decorativo guardavam perfume e peixes.

Também chamados de ânforas, os recipientes em excelente estado de conservação foram levados para o Museu Arqueológico de Odessa, na UcrâniaTambém chamados de ânforas, os recipientes em excelente estado de conservação foram levados para o Museu Arqueológico de Odessa, na Ucrânia

Os achados ressaltam a importância da preservação cultural de uma área que, historicamente, abrigou diversos povos. Isso porque a região, que hoje é a terceira maior cidade da Ucrânia, possui acesso direto com o Mar Negro, ponto estratégico que permitiu a evolução dos transportes e comércio ao longo dos séculos.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.