Seja o primeiro a compartilhar

Tonga: erupção de vulcão rende impressionantes imagens de satélite

Neste sábado (15), a ilha Hunga Tonga-Hunga Ha'apai, localizada no reino polinésio do Pacífico Sul de Tonga, foi palco para uma das erupções mais impressionantes já vistas na região, resultando em desastres que impactaram diretamente cidades a dezenas de quilômetros de distância do foco. Durante o último final de semana, o evento vulcânico rendeu imagens assustadoras sobre a explosão e evidenciou o poder catastrófico da natureza em um fenômeno que reverberou por quase todo o planeta.

Segundo registros compartilhados pela Agence France-Presse (AFP), a erupção gerou tsunamis de 1,2 metro de altura que atingiram Havaí, Japão e a maior ilha de Tonga, Tongatapu, que fica a cerca de 65 quilômetros ao sul do vulcão. Como resultado, diversos pontos foram completamente inundados, quebrando paredes costeiras, interrompendo o tráfego de veículos e pedestres, cortando a comunicação e energia, forçando inúmeras pessoas a saírem de suas casas — já que havia riscos da situação se agravar com o transporte de cinzas vulcânicas espessas.

“Os relatórios iniciais de danos foram catastróficos, e todas as comunicações com Tonga foram eliminadas”, disse Pita Taufatoua, atleta olímpico tonganês que perdeu a comunicação com os pais por algumas horas. “Embora eu não possa ajudar a família neste momento, vou me concentrar no país à medida que mais informações forem divulgadas”, ele disse.

(Fonte: AP / Reprodução)(Fonte: AP / Reprodução)

Em nota, cientistas afirmaram que o rugido estrondoso do vulcão, além de ter elevado aos céus uma fumaça por quase 20 quilômetros de extensão, atingiu terras do outro lado do mundo, chegando a ser escutado por pessoas no Alasca, a quase 10 mil quilômetros de distância. Felizmente, não houve relatos oficiais de feridos ou danos na capital de Tonga.

Confira abaixo algumas imagens registradas sobre o evento.

O vulcão de Tonga

A 1ª erupção do vulcão em Hunga Tonga-Hunga Ha'apai ocorreu em 20 de dezembro de 2021, sendo seguida por outro evento explosivo em 13 de janeiro. De acordo com autoridades que avaliam os danos do fenômeno, os impactos da mais recente explosão foram cerca de 7 vezes maiores do que os registrados em dezembro, além de terem carregado cinzas para a estratosfera terrestre, com a possibilidade de que mais partículas alcancem as 170 ilhas do reino.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.