Seja o primeiro a compartilhar

5 coisas que você pode não saber sobre 1984

O livro 1984 é uma das obras mais influentes e importantes da literatura do século XX. Um dos livros mais populares de George Orwell — ao lado de A Revolução dos Bichos —, ele está ao lado de Fahrenheit 451 e Admirável Mundo Novo como uma das distopias mais importantes já publicadas.

Abaixo, nós contamos alguns detalhes sobre o romance que talvez você ainda não conheça.

1. Ele quase não se chamou 1984

O primeiro nome que Orwell pensou para o livro foi O Último Homem na Europa. Porém, por muito tempo o autor ficou em dúvida sobre qual deveria ser o título da obra. A escolha veio apenas quando ele já estava quase concluindo o texto, e que ele decidiu que a história iria se passar no ano de 1984. Ele também considerou ambientar a trama em 1980 e 1982.

2. George Orwell baseou o Quarto 101 em um escritório da BBC

Em 1984, o Ministério do Amor tortura os cidadãos no Quarto 101. O local é uma câmara de tortura, na qual as pessoas são colocadas diante dos seus maiores medos. E para criar este local, Orwell recordou da sua própria experiência como propagandista na BBC.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Orwell trabalhou para a emissora, criando e supervisionando um programa que era enviado às redes indianas. O objetivo era incentivar um sentimento pró-Aliados e estimular o voluntariado. O Quarto 101 foi inspirado em um escritório com o mesmo número, possivelmente onde o Ministério da Informação aprovava o conteúdo feito para o programa.

3. David Bowie queria transformar 1984 em um musical

O músico David Bowie era um grande fã do livro de Orwell. Em 1974, ele tentou adaptar o romance em um musical para a TV. Segundo o cantor, a televisão poderia atingir um público maior, uma vez que muitas pessoas tinham um aparelho em casa, mas nem todo mundo se dispõe a ir ao cinema. “Pela natureza do livro, terá mais impacto na televisão. Não acredito no cinema, ele não tem a força da televisão”, afirmou Bowie em uma entrevista para a Rolling Stones na época. 

Porém, a ideia não foi para frente porque a viúva de Orwell, Sonia Brownell, não gostou das ideias do músico. Mesmo assim, para o álbum Diamond Dogs, também de 1974, Bowie compôs as músicas 1984 e Big Brother, ambas inspiradas no livro.

4. George Orwell escreveu 1984 enquanto lutava contra a tuberculose

Quando começou a escrever o livro, Orwell já estava bastante debilitado e vivia uma vida reclusa. A maior parte da obra foi escrita na ilha de Jura, na Escócia, entre 1947 e 1948. Enquanto estava no local, ele foi diagnosticado com tuberculose, doença que o acompanhou até o fim da sua vida. A versão final do texto foi encaminhada para os editores no dia 4 de dezembro de 1948, e em 8 de junho de 1949 o livro foi publicado. Sete meses depois, em 21 de janeiro de 1950, Orwell faleceu devido a complicações da tuberculose.

5. 1984 já está em domínio público em diversos países

Edição árabe de 1984.Edição árabe de 1984.

Não existe uma lei universal para que uma determinada obra entre em domínio público. De maneira geral, cada país possui uma regra para a circulação interna. Por esse motivo, é possível encontrar 1984 com mais facilidades em alguns lugares e menos em outros, onde poucas editoras têm os direitos sobre a obra. Em lugares como Canadá, Austrália, Argentina, África do Sul, Omã, União Europeia e Rússia, o livro está em domínio público. O Brasil entrou para esta lista no dia 1º de janeiro de 2021, enquanto nos Estados Unidos isso só irá acontecer em 2044.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.