10 serviços que o SUS oferece e você não sabia

Com a pandemia causada pela covid-19, comparações envolvendo os sistemas de saúde ao redor do mundo ficaram em evidência. Por aqui, os brasileiros contam com o Sistema Único de Saúde (SUS), que tem o objetivo de garantir acesso integral a todo cidadão brasileiro a serviços gratuitos de saúde. Criado em setembro de 1988, o sistema oferece desde serviços de prevenção até tratamentos complexos, que podem ser muito caros no sistema particular.

Ganhando novos tratamentos todos os anos, muitas pessoas ainda se perdem na variedade de atividades oferecidas pelo sistema. Foi pensando nisso que separamos os 10 serviços do SUS que você provavelmente não conhece. Confira:

1. Meditação e ioga

Atualmente, o SUS disponibiliza 19 tratamentos terapeuticos alternativos, como meditaçção, ioga, homeopatia, ayurveda, musicoterapia, reiki, entre outros. De acordo com o Ministério da Saúde, cerca 28% das UBS (Unidades Básicas de Saúde) oferecem alguma prática integrativa e complementar.

2. Cirurgia para redesignação de sexo

O SUS oferece tratamentos para os pacientes que desejam realizar a redesignação de sexo. São realizados cirurgia plástica mamária reconstrutiva, cirurugia de redesignação sexual, mastectomia e tireoplastia, que troca o timbre de voz. Os pacientes também podem fazer teerapia hormonal e consultas noo pré e pós-operatório pelo sistema.

CirurgiaImagem: reprodução

3. Cirurgias para mulheres vítimas de violência

Mulheres vítimas de violência podem realizar procedimentos e tratamentos reparadores pelo SUS. São oferecidos cirurgia do aparelho geniturinário e da mama, reconstrução da orelha, tratamento cirúrgico de lesões extensas com perda de substância de pele reconstrução craniana, dos lábios, nariz, mandíbula, maxilar e gengiva e tratamento cirúrgico de fístula reto-vaginal.

4. Tratamento para hepatite C

Pessoas diagnosticadas com hepatite C em grau F3 e F4 podem receber os remédios sofosbuvir, declatasvir e simprevir, usados para curar a doença. O objetivo do Ministério da Saúde é acabar com a fila de pessoas com as doenças nos níveis mais elevados de comprometimento do fígado.

5. Vacina do HPV

Incluída no Calendário Nacional de Imunização, a vacina contra o HPV é ofertada para meninas de 9 a 15 anos e para meninos de 11 a 15 anos.

VacinaImagem: reprodução

6. Plantas medicinais

Instituído em 2010, o Programa Farmácia Viva oferece: hortelã, alcachofra, aroeira, babosa, cáscara sagrada, garra do diabo, guaco, espinheira-santa, soja, salgueiro, unha de gato e plantago.

7. PEP e PrEP ao HIV

A chamada PrEP é uma estratégia do sistema para prevenir casos de HIV em grupos de maior risco à exposição. Já a PEP (Profilaxia Pós-Exposição) é utilizada após uma exposição sexual com outra pessoa que tenha o vírus ativo no organismo. Ambos são distribuídos pelo SUS.

8. DIU de cobre

As mulheres que estão à procura de métodos contraceptivos podem buscar o SUS para a introdução do DIU de cobre. A colocação deve ser agendada e pode demorar até 60 dias. Além disso, o sistema também oferece pílula, anticoncepção de emergência, minipílula, anticoncepcional injetável mensal e trimestral, diafragma e preservativos feminino e masculino.

DIUImagem: reprodução

9. Bancos de leite

Atualmente, existem cerca de 221 bancos de leite humano e 186 postos de coleta no Brasil. Antes de ser repassado para uma criança, o leite é submetido a um controle de qualidade. Para doar, é preciso que a mulher não esteja utilizando qualquer medicamento que interfira na amamentação.

10. Ouvidoria

Por meio da ouvidoria, a população pode pedir informações, orientações, realizar denúncias, reclamações, sugestões e elogios para o Ministério da Saúde. Basta ligar para o número 136.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.