Seja o primeiro a compartilhar

Quanto precisamos reforçar o nosso sistema imunológico?

Nos dias de hoje, parece que todo mundo está correndo atrás do "fortalecimento do sistema imunológico". Esta parece ser a chave para lidar com uma vida corrida e cheia de estresse, e muita gente crê que esta é a forma de estar sempre livre de doenças.

Mas uma pergunta legítima diz respeito à medida que esse sistema imunológico deve ter. O quanto é preciso reforçá-lo? Sempre que possível, ou será que há um ponto em que não há mais a necessidade de tantas vitaminas e suplementos?

Como funciona o sistema imunológico?

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

O sistema imunológico é o sistema de defesa do nosso corpo. Ele envolve uma rede de órgãos e células que atuam em conjunto para proteger nosso organismo de doenças e potenciais infecções. As células dessa parte do corpo funcionam como "patrulheiras" que andam de um lado para o outro procurando os invasores e atacando-os.

Essas células são geradas dentro da medula óssea. Algumas delas – como as células B e T – trazem um reforço especial ao sistema imunológico, desempenhando um papel importante no combate às infecções. Quando as células B ou T reagem contra si mesmas, elas acabam sendo mortas nesse processo de "treinamento". É isso que se costuma chamar de doença autoimune.

Será mesmo que você precisa reforçar seu sistema imunológico?

(Fonte: Getty Images)(Fonte: Getty Images)

Segundo o consenso científico consolidado atualmente, os sistemas imunológicos saudáveis não precisam ser “reforçados”. Na verdade, eles funcionam melhor quando estão perfeitamente equilibrados.

Os imunologistas entendem que uma reação em excesso é potencialmente prejudicial: ela pode significar alergias, doenças autoimunes e inflamações crônicas. Por outro lado, quando a reação imunológica é muito pequena, isso pode levar ao desenvolvimento de doenças.

Os anúncios de produtos que prometem fortalecer a função imunológica costumam levar ao engano, já que não é exatamente seguro mexer nesse sistema por meio de suplementos e dietas, a menos que você tenha alguma deficiência específica.

É como se esse sistema fosse uma espécie de termostato: aumentar muito a temperatura vai ocasionar uma superativação e inflamação descontrolada. Por outro lado, diminuí-lo demais abrirá uma lacuna para falhas na resposta às infecções e doenças.

Pessoas com níveis saudáveis de nutrientes podem ter uma falsa sensação de segurança ao ingerir suplementos. O mais recomendado é apostar numa dieta balanceada, na prática regular de exercícios, na redução de estresse e nas boas noites de sono. Essa é a fórmula ideal para manter seu sistema imunológico saudável e funcionando adequadamente.

Já o outro fator crucial para apoiar o sistema imunológico são as vacinas. Elas contêm formas inofensivas de patógenos que treinam as células para reconhecer as invasoras e combatê-las. Assim, ao entrar em contato com a versão real do patógeno, a célula com memória imunológica começará a lutar e destruir o "inimigo" antes mesmo que seu organismo note que algo está acontecendo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.