Por que fazemos 'figa' com a mão? O que isso significa e de onde vem?

Você já ficou curioso(a) para saber o que significa o gesto de colocar o dedo polegar entre os dedos indicador e médio? Reproduzida com as mãos ou em objetos geralmente feitos em madeira, a figa recebeu esse nome por se assemelhar a um figo e é um símbolo de superstição e sorte.

Na crença popular, a figa é uma proteção contra o azar. Por isso, ela é feita em lugares tidos como hostis ou na presença de pessoas consideradas suspeitas. Também pode ser usada em acessórios ou artigos decorativos, visando proteger a si mesmo ou um determinado local.

O que é a "figa"?

Assim como outros símbolos, a figa recebeu diversas interpretações desde seus primeiros registros históricos. (Fonte: green Me/Divulgação)Assim como outros símbolos, a figa recebeu diversas interpretações desde seus primeiros registros históricos. (Fonte: green Me/Divulgação)

A etimologia da palavra "figa" tem origem no latim "ficus".  O sinal também é chamado de "manofico" em italiano: o nome vem da junção de palavras "mano" (mão) e "fico" (figo). 

Na extinta Mesopotâmia, o objeto em formato de figa era considerado um talismã de poder. A prova é que elas já foram encontradas em túmulos de povos pré-romanos. Já o gesto com as mãos apareceu com o início cultura cristã, entre os séculos I e IV, mas dessa vez associado à tentação e ao pecado.

Já no Brasil Colônia, descendentes de africanos, influenciados pela cultura portuguesa, faziam a figa como forma de proteção espiritual. Mulheres, especialmente, a acrescentaram também em seu vestuário. Sacerdotes do Candomblé incorporaram o símbolo como estratégia contra o mau-olhado mais tarde.

Figa e sexualidade 

Por conta de seu formato, figos são associados ao órgão sexual feminino. (Fonte: Pexels)Por conta de seu formato, figos são associados ao órgão sexual feminino. (Fonte: Pexels)

Algumas culturas têm na figa a representação do ato sexual e do erotismo. Isso porque, além do figo representar o órgão reprodutor feminino, o dedo polegar já foi associado ao masculino. A forma também assemelha-se a um pé de coelho, animal conhecido pela fertilidade. 

Para os africanos, a árvore da figueira (natural de regiões áridas nos continentes asiático e africano) era cultuada para Exu, um Orixá que simboliza desejo sexual, prazer e amor. Seus galhos podem ser usados para confeccionar o ogó, um cajado com formato fálico que representa o poder concentrador e semeador da entidade.

Na Turquia, ainda hoje, a figa é considerada obscena e vulgar, assemelhando-se à atitude de mostrar o dedo do meio e ofender alguma pessoa.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.