Seja o primeiro a compartilhar

Qual é a diferença entre aparelhos e alinhadores dentários?

Por muito tempo, quem precisava ajustar o sorriso ou tinha algum problema na arcada dentária só tinha uma opção: aparelhos ortodônticos. Porém, uma nova tecnologia tem sido cada vez mais recomendada pelos dentistas. Falamos dos alinhadores, que também têm trazido bons resultados às pessoas.

Isto pode levar a muitas dúvidas sobre qual opção é a mais indicada. Neste texto, contamos como cada uma das tecnologias funciona e o que é preciso saber antes de tomar a decisão sobre o tratamento.

Diferença entre aparelhos e alinhadores

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Os aparelhos ortodônticos seguem como a maneira mais tradicional de corrigir problemas dentários. Eles são feitos com peças de metal coladas em cada dente e conectadas por um fio. Estes aparelhos são visíveis e não costumam ser retirados com frequência.

Já os alinhadores são feitos com plástico transparente. Eles não têm fios nem elásticos visíveis. São trocados a cada duas semanas, o que pode ser feito em casa. Dependendo do problema, o tratamento todo pode durar de alguns meses até dois anos.

Ambos são bastante eficientes. A principal diferença na hora de optar por um deles é algo que só pode ser avaliado por um dentista: casos mais complexos podem ser resolvidos apenas pelo tratamento tradicional. Os alinhadores funcionam melhor em questões mais simples ou moderadas.

Ou seja, a decisão deve ser tomada pelo paciente em conjunto com o seu dentista. Outros fatores também podem ser considerados, como os custos (normalmente, os alinhadores são mais caros) e o tempo desejável ao tratamento (os aparelhos costumam ser mais demorados).

Vantagens e desvantagens de cada um deles

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Se você está escolhendo qual tratamento fazer, trazemos aqui questões que devem ser avaliadas de acordo com os prós e contras de cada um.

Aparelhos:

  • Pode-se ver que a pessoa está usando aparelho, interferindo no sorriso;
  • Podem causar sensibilidade e dor em alguns momentos do tratamento, como quando o fio é apertado pelo dentista;
  • Como o aparelho é fixo, causa dificuldade na limpeza dos dentes;
  • Por ser fixo, por vezes a comida fica presa no aparelho e é difícil limpar;
  • Requer visitas frequentes ao ortodontista para realização de ajustes;
  • Se o problema é muito complexo, o aparelho tradicional será sempre a melhor opção;
  • Como não é removível, podem ser a melhor opção para crianças.

Alinhadores

  • Têm aparência mais suave — são quase invisíveis;
  • São confortáveis e não costumam causar tanto desconforto;
  • A limpeza dos dentes é fácil - basta tirar o alinhador, escovar os dentes e passar o fio dental. No entanto, se a higiene do paciente for ruim, isso poderá piorar com o uso do equipamento. É preciso fazer a escovação toda vez que for colocá-lo novamente — o que nem todo mundo faz;
  • Há pessoas que acabam bebendo líquidos, como sucos e refrigerantes, enquanto usam os alinhadores, o que é um grande facilitador para o desenvolvimento de cáries;
  • É preciso fazer menos visitas ao dentista para acompanhar;
  • Não se presta a tratamentos mais complexos;
  • Requer disciplina do paciente, uma vez que o alinhador precisa ser usado entre 20 a 22 horas por dia. Diminuir este tempo faz o tratamento durar mais tempo;
  • Como é removível, pode ter aquele problema desagradável de perder o equipamento em algum lugar.
Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.